Motorista é agredido com socos por motociclista no litoral de SP: ‘Ele é um louco’

0

O motorista agredido com uma série de socos por um motociclista após uma ultrapassagem, próximo ao limite das cidades de Santos e São Vicente, no litoral paulista, disse ao G1 que sentiu medo após o incidente. A agressão foi flagrada e teve grande repercussão nas redes sociais. “Ele é um louco”, desabafou a vítima, que preferiu não se identificar, à Reportagem nesta sexta-feira (21).

O caso aconteceu na avenida da praia, que liga as duas cidades, nesta quinta-feira (20), após o motorista deixar uma amiga em um hospital para fazer uma visita ao pai, que está internado. O homem conta que ultrapassou a moto próximo a um semáforo, em São Vicente. A vítima relata que conseguiu ver a motocicleta, mais distante, mas que o condutor estava andando muito rápido e, por isso, aconteceu o que o motociclista chamou de ‘corte’.

“Mais na frente, ele me alcançou e começou a xingar, falando que eu quase tinha derrubado ele. Viemos discutindo até o semáforo, ele ameaçando, falando que ia me bater. Quando chegou e estava no sinal vermelho, tive que parar, e então ele veio me dar a ‘surra'”, relembra o motorista. Ele conta que se sentiu impotente no momento da briga e que ficou tentando se defender.

A vítima disse que tentava conter os golpes desferidos pelo motociclista, e que apenas um soco acertou o canto da boca dele, que ficou um pouco machucada. Ele conta que o condutor da moto também ficou com a mão ferida enquanto ele tentava se defender. “Sinto que se ele tivesse uma arma poderia ter atirado na hora”, diz. Assim que o sinal abriu, o agressor subiu na moto e foi embora, segundo o motorista.

Ele explica que voltou para casa, pois precisava estudar para a pós-graduação, e apenas contou aos familiares mais tarde. A esposa dele o procurou à tarde, perguntando sobre o incidente, já que ouviu boatos de que o carro era da família. Ele diz que ela ficou surpresa, e depois de completar as responsabilidades da universidade, contou sobre o retrovisor quebrado e foi até a delegacia registrar boletim de ocorrência.

“Dá medo até de continuar onde moro. Eu não sei qual é a procedência dele nem sua índole. Meu desejo é que ele seja punido, que exista justiça”, completa o motorista.

O motorista registrou boletim de ocorrência de agressão na Delegacia Sede de São Vicente, e deve fazer exame de corpo de delito. O G1 não localizou o motociclista até a última atualização desta reportagem.

Caso foi registrado na Delegacia Sede de São Vicente — Foto: Silvio Muniz/G1

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui