Carreta que provocou acidente com morte na curva do Ponteio estava a 100 km/h

0

O motorista de 42 anos que conduzia uma carreta na MGC-356, antiga BR-356, no bairro Santa Lúcia, região Centro-Sul de Belo Horizonte, guiava o veículo a 100 km/h quando colidiu em um carro de passeio e matou o condutor em junho deste ano. Em coletiva, na manhã desta sexta-feira (18), a Polícia Civil informou que a causa do acidente foi imprudência. 

“Os freios e as lonas estavam em estado perfeito. Teve excesso de velocidade do condutor da carreta”, explicou o delegado Rodrigo Fagundes, da Delegacia Especializada em Prevenção e Investigação de Crimes de Trânsito. 

O motorista da carreta chegou a ser socorrido consciente, ficou cerca de um mês internado e também morreu. 

“Nós monitoramos o trajeto dele e identificamos que, na altura do viaduto da Mutuca, ele desempenhava uma velocidade absurda de 117 km por hora. Uma tragédia anunciada”, afirmou. 

O acidente

No dia 17 de junho, a carreta carregada de cerveja seguia no sentido centro da capital quando atingiu uma mureta de proteção, invadiu a contramão e bateu no carro de Welerson Ângelo Estanislau Paggio, de 43 anos. 

Com o impacto da batida, os dois veículos caíram em uma ribanceira entre o Posto Ale e a curva do Ponteio Lar Shopping. 

Paggio, que finalizava o turno de trabalho, morreu na hora. O motorista da carreta, ao ser socorrido alegou falha mecânica para justificar o acidente. No trecho é proibido o tráfego de carreta. 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui