Dezenas de pessoas se mobilizam para ajudar grávida que perdeu tudo em incêndio

0

Depois do susto de ter a casa queimada e perder tudo no último domingo (13), a diarista Gabriely Carolina Pereira, 25 anos, está comovida com a corrente de solidariedade que invadiu a casa da sua irmã, onde está hospedada, no bairro Alterosa, em Betim, na região metropolitana.

Mãe de uma menina de seis anos, Gabriely está grávida de nove meses e perdeu tudo, inclusive o enxoval da bebê, depois que um incêndio destruiu sua casa no bairro Imbiruçu.

Porém, a trágica história viralizou depois que amigos e familiares compartilharam os vídeos do incêndio nas redes sociais. Além de diversos itens doados como fraldas, lenços umedecidos, roupinhas, mantas e também roupas para ela, o marido e a filha mais velha, uma vakinha virtual foi criada para que ela consiga comprar novos móveis, alimentos e possa montar um novo lar para receber a filha Aylla, que pode nascer a qualquer momento.

Até o início da tarde desta quarta-feira (16), 148 pessoas já havia colaborado com a vakinha virtual, que bateu a meta de R$ 10 mil e arrecadou mais de R$ 13 mil. “Têm chegado doações de todos os cantos. Eu sabia que iríamos dar um jeito de recuperar as coisas, mas não imaginei que fosse tão rápido assim. Já temos bastantes roupinhas, fraldas, e até um bercinho já ganhei”, revelou.

Quem tiver interesse em ajudar a família pode contribuir clicando aqui ou entrar em contato pelos números (31) 99313-3468 ou 99554-3562.

Relembre o caso

Gabriely estava na casa da sogra, em Belo Horizonte, quando recebeu uma ligação dos vizinhos avisando que sua casa, no bairro Imbiruçu, em Betim, na região metropolitana, estava pegando fogo.

Já na reta final da gestação, a expectativa com a chegada da pequena Aylla foi ofuscada pelo desespero de ter perdido tudo. “Estava ficando em BH, porque pretendo ter minha filha lá e ela pode chegar a qualquer momento. Morávamos meu marido, eu e minha filha mais velha, de 6 anos. Deixamos a casa toda fechada, e os vizinhos só perceberam o incêndio quando os vidros explodiram”, contou.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, e a Polícia Militar também compareceu no local, mas a causa do incêndio ainda é desconhecida. O botijão de gás foi recolhido para ser periciado, e a Defesa Civil avaliará a estrutura da residência nos próximos dias. “Entrei em desespero quando vi a situação da casa e das nossas coisas. Perdemos tudo, mas graças a Deus ninguém se machucou, e estamos todos com saúde. O resto a gente corre atrás”, pontuou.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui