Eleições em BH: Kalil largará com grande vantagem, diz pesquisa

0

Uma pesquisa do instituto Real Time Big Data e divulgada nesta terça-feira pelo portal “R7” coloca o prefeito Alenxandre Kalil (PSD) em boa vantagem no início corrida à Prefeitura de Belo Horizonte. O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 21 de setembro, após o período de convenções mas ainda no período de registro de candidaturas. Por isso, não é possível dizer que todos os nomes colocados serão de fato candidatos.

Segundo o levantamento, o prefeito da capital alcança 55% dos votos na pesquisa estimulada, quando os nomes dos concorrentes são apresentados ao eleitor. Atrás dele, está João Vítor Xavier (Cidadania), 7%.  Áurea Carolina (PSOL) e Bruno Engler (PRTB) somam 4% cada. Rodrigo paiva (Novo) soma 3%, Nilmário Miranda (PT) aparece com 2%, e Lafayette Andrada (Republicanos) e Luísa Barreto (PSDB) registram 1%. Apesar da diferença numérica, como a margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, a situação é de empate técnico entre todos eles, exceto Kalil.

Cabo Xavier (PMB), Fabiano Cazeca (PROS), Igor Timo (Avante), Marcelo de Souza e Silva (Patriota, Marília Domingues (PCO), Prfoessor Wendel Mesquita (Solidariedade), Wadson Ribeiro (PCdoB) e Wander Rocha (PSTU) têm, somados, 2% dos votos. Enquanto isso, os que decalram voto em branco ou nulo somam (% e os qu enão sabem ou não responderam são 12%.

Quando o levantamento é feito sem que os nomes sejam colocados (pesquisa espontânea), Kalil tem 36%, enquanto João Vitor Xavier e Áurea Carolina aparecem com 3%. Bruno Engler tem 2% e os demais somam 3%.

A pesquisa também avaliou a rejeição. Kalil não receberia o voto de 20% do eleitorado. Nilmário, de 8%; Áurea, de 7%; Engler, 5%, João Vítor, Luisa Barreto e Wadon Ribeiro, 2%.  Os demais são rejeitados por 1%. Além disso, 12% rejeitam todos os candidatos e 16% dos eleitores não rejeitam nenhum. Há ainda 17% que não responderam.

A pesquisa do Real Time Big Data foi feita com 1.000 eleitores e registrada na Justiça Eleitoral sob o número MG-02161/2020. O índice de confiança é de 95%.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui