Entenda como funcionam os testes de Covid-19 com coleta de saliva

0
Coleta deve ser realizada até sétimo dia após início dos sintomas

Além da coleta de material pelo swab, o cotonete inserido nas narinas, a rede pública de saúde de Minas Gerais começou a utilizar saliva para realizar testes de Covid-19 no tipo RT-PCR que detecta a presença do vírus no organismo do paciente. 

Entenda como a coleta da saliva funciona:

  1. O paciente recebe um tubo com 1 ml de água potável e uma toalha de papel;
  2. Em seguida, ele deve gargarejar com essa água durante cinco segundos e cuspir dentro do tubo;
  3. De cabeça inclinada, olhando para o teto, o paciente deve acumular saliva na boca por 30 segundos, passando a língua entre a bochecha e os dentes e pigarreando levemente três vezes. Depois, precisa cuspir no tubo novamente. O procedimento precisa ser repetido mais uma vez;
  4. A saliva coletada precisa atingir pelo menos 4 ml;
  5. Se for necessário, o próprio paciente deve limpar a boca e o exterior do tubo.

Por se tratar de exame RT-PCR, o ideal é coletar o material até o sétimo dia após o início dos sintomas; o ideal é que seja entre o terceiro e quarto dia. 

Por ora, a coleta de saliva está sendo realizada em Belo Horizonte na UPA Centro-Sul, no bairro Santa Efigênia; no Ambulatório Covid-19, do Hospital Eduardo de Menezes, na região do Barreiro, e no Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) Centro-Sul, no bairro Funcionários. As outras cidades mineiras onde a coleta também já está sendo feita são Diamantina, Divinópolis, Juiz de Fora, Rio Paranaíba, Patos de Minas, Ouro Preto, Uberaba e Viçosa. A inclusão de mais municípios será informada semanalmente pela SES-MG. 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui