Incêndios atingem pelo menos três parques em Minas Gerais

0
Queimada na Gruta Rei do Mato mobiliza o Corpo de Bombeiros desde a segunda-feira (28)

A aproximação da estação seca e uma série combinação de calor com baixa umidade do ar tornam o mês de setembro um dos mais alarmantes do período de estiagem em relação às queimadas em Minas Gerais. Apenas entre segunda-feira (28) e esta terça-feira (29), três unidades de preservação no estado são engolidas por queimadas difíceis de serem controladas pelo Corpo de Bombeiros já que à secura do ar relacionam-se dificuldades de acesso para combate às chamas.

Entre elas, o incêndio que prolonga-se por mais tempo acontece no Parque Estadual do Ibitipoca na zona rural de Lima Duarte, na Zona da Mata. Militares estão há dois dias na unidade de preservação ambiental e sete equipes dividem-se para combate às chamas em inúmeros pontos. Ainda não há confirmação sobre a extensão da área destruída, mas sabe-se até o momento que um dos focos de incêndio chegou a ameaçar a portaria do parque e o próprio posto de comando das operações. O helicóptero Arcanjo apoia o combate à queimada.

Fogo também destrói o Monumento Natural Gruta Rei do Mato em Sete Lagoas na região Central de Minas Gerais. Última informação repassada pelo Corpo de Bombeiros dá conta de que cem hectares da área da unidade de conservação monumental já tinham sido consumidos pelo fogo. O incêndio começou às 10h da manhã de segunda-feira, equipes deixaram a região com a chegada da noite e retornaram logo pela manhã. A gruta Rei do Mato que nomeia o parque é dada como uma das mais importantes do mundo, nela estão guardadas formações geográficas extremamente raras.

Um terceiro incêndio atinge desde a segunda-feira a área do Parque Nacional da Serra do Cipó em Santana do Riacho na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com os militares, há focos da queimada atrás da cachoeira Véu da Noiva, entre as mais conhecidas da região, e também nas proximidades de uma pousada. Os locais são considerados de difícil acesso, e até o momento não há outras atualizações sobre este incêndio.

Balanço parcial feito pelo Corpo de Bombeiros indica que até 11h desta terça-feira (29) foram registrados, pelo menos, cem chamados para incêndios em vegetações no estado de Minas Gerais. Outro relatório indica que 29 destes referem-se a pedidos de atendimento feitos para o mesmo tipo de queimada na região metropolitana de Belo Horizonte.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui