Minas tem 24 casos de crianças e adolescentes com síndrome ligada à Covid-19

0
Doença é mais comum em crianças de 0 a 4 anos

Minas Gerais já recebeu 57 notificações de suspeito da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica Temporariamente Associada (SIM-), doença que pode estar associada ao novo coronavírus (Covid-19). Do total de casos notificados, 24 foram confirmados e 26 descartados. Não há mortes causadas pela patologia. 

Das 24 crianças com a doença em Minas, mais da metade, 54,2% têm entre 0 e 4 anos; outros 37,5% de 5 a 9 anos e 8,3% são crianças e adolescentes com idades entre 10 e 14 anos. 

Além disso, 12,5% dos pacientes tinham alguma comorbidade associada à síndrome. A cidade de Belo Horizonte é a que tem mais casos, com nove crianças com a doença, depois vem Contagem, na região metropolitana, que tem três confirmações e Uberlândia com dois doentes. 

O que é a síndrome

Um reação inflamatória grave e sistêmica que acomete crianças e adolescentes que tiveram o novo coronavírus. Ela causa sintomas como febre por mais de três dias, vermelhidão nos olhos, edemas nas mãos e pés e sintomas gastrointestinais, como diarreia, vômito e náusea. Ela também pode apresentar manifestações neurológicas, renais e no sangue. 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui