Rifa de R$ 20 para programa sexual com duas mulheres é investigada pela polícia em Janaúba, MG

0

Uma noite em um motel com uma dupla de garotas de programa era o prêmio principal de uma rifa que não chegou a ser sorteada no município de Janaúba na região Norte de Minas Gerais. Bilhetes da chamada “Rifa dos Sonhos” eram comercializados pela quantia de R$ 20 através das redes sociais, e a história ganhou repercussão enorme na cidade depois que uma blogueira fechou parceria com a organização do sorteio e recebeu R$ 500 para publicar detalhes da rifa em suas redes sociais. Contudo, o sorteio acabou cancelado logo que a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) instaurou um inquérito que investiga se o responsável por ele cometeu crime relacionado a exploração sexual.

 

O depoimento do suposto organizador da rifa indica à polícia que ele arrecadou cerca de R$ 5 mil até o momento de suspensão do sorteio, e, à delegada, o homem declarou que iria criar mais números para a “Rifa dos Sonhos” e vendê-los também a moradores de Montes Claros, tamanho o sucesso da venda de bilhetes em Janaúba. Ele não confessou ser o autor da rifa, mas tudo indica que seja ele o responsável pelo crime.

“O inquérito está em andamento e, além da blogueira e deste suspeito que provavelmente é o mentor da rifa, ainda ouviremos outras testemunhas. Prostituição não é crime por si só, mas quem aproveita-se da prostituição alheia comete crime. É totalmente imoral rifar pessoas, pessoas não são mercadorias”, declarou a delegada na manhã desta quinta-feira (24). De acordo com ela, se indiciado, o homem poderá ser condenado a reclusão por até quatro anos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui