Cabo da PM é suspeito de atirar e matar sargento após ser visto com a mulher da vítima em Betim

0
Cabo da Polícia Militar é suspeito de atirar em sargento, em Betim — Foto: Reprodução/TV Globo

O sargento reformado da Polícia Militar (PM), Leonicio Alves de Souza, de 52 anos, morreu na noite desta segunda-feira (26) após seguir a mulher, de 44, e vê-la com outro policial, um cabo da PM, de 32. O sargento teria ameaçado matar os dois e, alegando legítima defesa, o cabo atirou. O crime aconteceu no bairro Alto das Flores, em Betim, na Grande BH. Os dois trabalharam no mesmo batalhão.

O cabo disse que por volta das 21h recebeu uma ligação da mulher do sargento pedindo uma carona para buscar um freezer em outro bairro e levar para casa.

Leonicio desconfiava que a mulher estava o traindo e nesta segunda-feira decidiu segui-la. Ao ver que ela estava com o cabo da PM, acelerou o veículo entrando na frente do carro deles.

De acordo com o boletim de ocorrência, o sargento saiu do carro armado, retirou a mulher de dentro do outro veículo e começou a ofendê-la com vários xingamentos. O cabo reconheceu a voz de Leonicio e saiu do carro, também armado, alegando legítima defesa e atirou.

O sargento morreu no local. O próprio cabo chamou o socorro que constatou o óbito. As armas dos dois foram apreendidas.

A ocorrência foi finalizada na Delegacia de Polícia Civil de Betim, que vai investigar o caso.

O cabo e a mulher não quiseram dar entrevista.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui