Copasa prorroga rodízio de água por mais oito dias em São Gonçalo do Sapucaí, MG

0

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) decidiu prorrogar o rodízio no abastecimento de água por mais oito dias em São Gonçalo do Sapucaí (MG). A manobra começou no dia 5 de outubro e terminaria nesta segunda (12), mas precisou ser estendida.

A Copasa alega que a captação do Ribeirão Barretos ainda não é satisfatória. Agora, o rodízio deve terminar apenas no dia 19 de outubro.

A companhia dividiu os 32 bairros que entraram no rodízio em quatro regiões e a falta d’água dura de 12 a 16 horas. O desabastecimento muda em três horários.

Em alguns bairros, a água para de chegar às 20h e volta às 8h do dia seguinte. Em outros, acontece o inverso – o abastecimento é das 8h às 20h.

Os moradores da região quatro, dos bairros Praião, Morada do Sol e Ponte Preta, têm uma dificuldade maior, já que ficam desabastecidos por 16 horas – das 16h às 8h do dia seguinte.

“Aqui no morro fica dois dias sem água e na metade do morro a gente pega água dali pra baixo. Mas pra cima a água pode não vir no dia que cai. A gente fica um dia sem água e no dia que é pra vir, não sobe, não vem a água na minha casa. A gente tem que buscar na mina, pra lavar roupa tem que esperar a água cair”, explicou a faxineira Eduarda Souza.

Campanha

A cidade de Campanha (MG) também está em esquema de rodízio de água há mais de um mês. A manobra já foi renovada por quatro vezes.

A falta d’água começou no dia 2 de setembro e continua pelo menos até dia 21 de outubro. Mas a Copasa deve prorrogar o rodízio caso a vazão do Ribeirão Santo Antônio não melhore.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui