Mulher é detida por aliciar a própria sobrinha para prostituição em Manhumirim

0
Operação realizada nessa segunda-feira (26) para combate à prostituição infantil garantiu prisão de outros seis suspeitos

Uma mulher acabou detida nessa segunda-feira (26) suspeita de aliciar a própria sobrinha menor de idade para a prostituição em Manhumirim, na Zona da Mata. Além dela, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) também prendeu outros seis suspeitos de participação no crime durante a operação “Inocência Perdida”, que pretende combater a prostituição infantil também nos municípios de Alto Jequitibá e Alto Caparaó.

Dez mandados de busca e apreensão foram cumpridos, e entre os objetos recolhidos estão caixas de viagra, medicamento muitas vezes usado para disfunção erétil. O inquérito foi aberto em maio após pedido do Ministério Público e segue em apuração, sendo que a investigação corre em segredo de Justiça.

Em relação à tia da garota que era prostituída, a Polícia Civil esclareceu que os episódios de violência contra a garota ocorreram na cidade de Alto Jequitibá e, neles, houve aliciamento por parte da tia. Entre os outros seis detidos estão empresários da região e até um servidor da área de segurança pública.

Investigadores apreenderam nos endereços buscados aparelhos telefônicos, certa quantia em dinheiro em notas de R$ 50 e R$ 100 e em moedas de R$ 1 e R$ 0,50, além de uma arma de fogo e 13 caixas de citrato de sildenafila – o viagra.

Outros detalhes não serão revelados por enquanto, como esclarece o delegado Gladson Souza. “Trata-se de inquérito que tramita em segredo de Justiça e, em razão disso, não podemos revelar detalhes, até mesmo para não comprometer as investigações”, esclareceu.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui