Cachorra é resgatada com ferimentos graves após denúncia de maus-tratos

0
Cachorra sendo medicada em uma clínica veterinária — Foto: Paula Alves/ Inter TV

Uma cachorrinha foi resgatada com ferimentos graves na face após uma denúncia de maus-tratos, em Montes Claros, no Norte de Minas. O tutor foi multado em R$ 1.888,50 e foi encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos.

De acordo com a Polícia Militar de Meio Ambiente, o animal estava em um espaço cercado, em um sítio. O tutor mora na área urbana e frequentava o local somente aos finais de semana.

“Ele disse que a cachorra se envolveu em uma briga em data anterior e teve esse ferimento. O tutor alega que estava cuidando dos ferimentos com aplicação de remédios quando ia ao sítio. Mesmo não sendo ele que tenha provocado a lesão, caracteriza maus-tratos porque houve omissão e falta de cuidados”, disse o Sargento Willian Junior Ferreira Lopes.

A cachorra foi levada para uma clínica veterinária onde permanece internada em estado grave. Em entrevista ao G1, a médica veterinária, Ana Lorena Costa, esclareceu que pelas condições clínicas do animal, o ferimento foi causado há alguns dias e não houve cuidados adequados.

“O ferimento foi deixado aberto e ficou drenando a secreção, e atraiu moscas que provocou as larvas. As larvas eram de vários tamanhos e comeram o olho do animal e a musculatura. Parte do rosto está no osso”.

A cachorrinha está sendo medicada com antibiótico, analgésico, anti-inflamatório e antitérmico. Ela apresenta febre e tem dificuldades para se alimentar.

“Ela está quietinha, muito debilitada e comeu bem pouco. Se não conseguir se alimentar hoje, vamos coloca-la no soro”.

Segundo a veterinária, será feita a coleta de material para exames que vão diagnosticar se o animal contraiu alguma doença. O material será enviado para um laboratório veterinário, em Belo Horizonte.

“Ela está infestada de carrapatos que podem ter passado outras doenças. A infecção local também pode ter generalizado porque a bactéria cai na corrente sanguínea”.

A cachorra vai passar por uma nova avaliação após o resultado dos exames.

Investigação

O tutor foi encaminhado à delegacia pela PM e foi ouvido e liberado. Ele contou a mesma versão apresentada aos militares de que o animal se feriu durante uma briga com outros cachorros. A Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar o caso.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui