Eleições 2020: E-Título para justificar voto só poderá ser baixado até sábado

0

Cerca de 1,3 milhão de eleitores voltarão às urnas amanhã nas quatro cidades mineiras que terão segundo turnoContagemGovernador ValadaresJuiz de Fora e Uberaba. E é preciso estar atento e seguir as orientações da Justiça Eleitoral para evitar problemas de última hora.

A primeira dica é consultar o local de votação com antecedência para evitar deslocamentos desnecessários, como aconteceu no primeiro turno em Contagem. Na Escola Estadual Helena Guerra, por exemplo, houve mudança de seções, o que causou dúvidas em quem chegou ao local para votar. A busca por orientações provocou um início de aglomeração e longas filas pela manhã.

A orientação da Justiça Eleitoral é acessar um dos seguintes canais: e-Título (aplicativo disponível nas plataformas Android e IOS); Disque-Eleitor (148); site do TRE-MG – Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (www.tre-mg.jus.br) ou o WhatsApp do TSE  (61 9637-1078).

O e-Título, porém, só poderá ser baixado até às 23h59 deste sábado (28). A medida visa impedir a sobrecarga do sistema, como aconteceu no primeiro turno. O aplicativo é um dos canais disponíveis para justificar a ausência no dia da votação.

Entretanto, nas redes sociais, há relatos de eleitores que utilizaram a plataforma com essa finalidade no primeiro turno, mas não conseguiram emitir o comprovante de quitação eleitoral e foram surpreendidos com a cobrança de multa no aplicativo. 

O TSE informou, por meio de nota, que tem até o próximo dia 7 de janeiro para processar as justificativas realizadas fora da urna eletrônica. Quem usou o e-Título e estiver com a situação deferida, não precisa pagar a multa. Caso o eleitor tenha feito o pagamento indevidamente, ele pode solicitar o estorno diretamente no cartório eleitoral. 

No dia da votação, quem for eleitor de uma cidade que tem segundo turno, mas estiver numa que não tem pode justificar a ausência pelo e-Título ou dentro de 60 dias após a eleição no endereço justifica.tse.jus.br.

Protocolo mantido

Quanto às medidas para prevenir a disseminação da Covid-19, o TRE-MG comunicou que não houve mudanças. O eleitor deve, obrigatoriamente, usar máscaras nos locais de votação, manter o distanciamento nas filas das seções eleitorais, levar sua própria caneta (tinta azul ou preta) e evitar ir acompanhado de outras pessoas, quando possível.

Quem tiver febre amanhã ou teve diagnóstico de Covid-19 nos 14 dias antes da eleição, não deve sair de casa. A mesma recomendação é válida para os mesários. O horário de votação também não foi alterado: será das 7h às 17h, sendo que o período das 7h às 10h é preferencial para os eleitores a partir dos 60 anos.

Assim como no primeiro turno, a biometria não será utilizada. De acordo com o TRE-MG, a revisão biométrica já foi concluída em 259 municípios mineiros. Em alguns deles, quem não compareceu dentro do prazo ainda não teve os títulos cancelados e, por isso, pode votar normalmente no segundo turno. É o caso de Governador Valadares e de Juiz de Fora. 

Já em Contagem e Uberaba, a revisão foi encerrada em fevereiro de 2018 e quem não compareceu teve o documento cancelado. Os eleitores que se enquadram nesse caso e ainda não regularizaram a situação, não poderão votar.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui