Mineiro Erick Bretz, acusado de agredir jovem na Flórida, volta à prisão nos Estados Unidos

0
Erick Bretz foi detido novamente nos EUA — Foto: Hillsborough County Sheriff’s Office/Divulgação

O estudante mineiro Erick Bretz deve ficar trinta dias na prisão pelo caso de agressão da então namorada nos Estados Unidos, em 2018. A sentença saiu no mês passado e foi divulgada, nesta quinta-feira (9), pela vítima Melissa Gentz (veja no vídeo acima). Em setembro, ele foi preso por agredir outra mulher.

No sistema de prisão do condado de Hillsborough, na Flórida, aparecem as informações sobre a prisão de Erick Bretz. Ele foi detido no dia 22 de outubro pelas acusações de dano corporal agravado e violência doméstica por estrangulamento.

Melissa Gentz e Erick Bretz — Foto: Montagem/G1

Nas redes sociais, Melissa Gentz comemorou a sentença e agradeceu o apoio de seguidores.

“Posso dizer que isso foi uma grande vitória pra mim. Apesar de ele não ter confessado o crime, ele fez uma declaração de não contestação. Com isso, o juiz decidiu que ele é sim responsável por ter cometido um crime, que no caso foi de estrangulamento”, disse a vítima no Instagram.

A mineira, que vive nos Estados Unidos há cinco anos, divulgou o resultado da audiência em que Erick Bretz se recusava a responder às perguntas sobre a agressão. O estudante, de 27 anos, disse que recebeu a orientação com base na constituição norte-americana.

Vítima comemorou a sentença nas redes sociais — Foto: Reprodução/Redes sociais

O caso

Melissa e Erick se conheceram em Belo Horizonte. Melissa já morava nos Estados Unidos quando eles começaram o namoro. Em setembro de 2018, menos de três meses depois do início do relacionamento, Melissa apareceu cheia de hematomas.

Ela denunciou que foi agredida na casa de Erick, em Tampa, na Flórida, e disse que não tinha sido a primeira vez. Na época, a estudante chegou a gravar áudios de brigas com o namorado:

“Por que você é tão burra assim? Para de fazer burrice, véi. Você não tem mais noção de p… nenhuma. Já te falei, véi. Para de ser burra! (…) Você não aceita o homem que tem mais dominância do que você. Você não aceita, você acha que é o homem da relação. Mas você não é, você é uma mulher, véi, tem que aceitar isso!”.
 
Porta do banheiro foi arrombada — Foto: Melissa Gentz/Arquivo pessoal

Outro caso de agressão

Em setembro deste ano, outro caso de agressão foi registrado contra Erick Bretz nos Estados Unidos. Ele chegou a ser preso, mas foi solto um dia depois. A vítima era outra jovem que decidiu não dar andamento à denúncia.

Na época, a mãe do suspeito confirmou a prisão e, quando procurada, disse que o caso havia sido uma “briguinha boba de namorados”.

Desde a noite desta segunda-feira (9), quando Melissa começou a postar informações sobre a prisão do ex-namorado nas redes sociais, a reportagem tenta contato com os advogados de Erick.

Aqui no Brasil, a defesa informou que precisava de mais detalhes com a família. O G1 também procurou os advogados que representam o estudante nos Estados Unidos, mas não havia obtido retorno até a última atualização desta reportagem. A vítima não atendeu às ligações.

 

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui