Morre quarta vítima do acidente com a família de Dores do Indaiá na MGC-452, em Uberlândia

0
Quatro pessoas da mesma família morreram no acidente na MGC-452 em Uberlândia, o registro é do dia do acidente — Foto: Fábio Melo/G1

Foi sepultado neste domingo (29), em Dores do Indaiá, Vicente Francisco da Silva, de 61 anos, quarta vítima do acidente registrado na MGC-452, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na sexta-feira (27).

Vicente estava internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), e morreu na tarde de sábado (28), segundo informou ao G1 a assessoria de comunicação da unidade.

O idoso estava em um veículo com outras cinco pessoas, quando se envolveu em um acidente com uma caminhonete. No dia da batida, morreu o filho dele, Aguinaldo Caetano Bento, 44 anos, a nora, Daniela Christine de Faria, de 40 anos, e a mãe dela, Maria Madalena de Faria, de 57.

No veículo, ainda estava um adolescente de 12 anos, que é neto de Vicente. O menino ficou ferido, foi hospitalizado, e recebeu alta no sábado.

Na caminhonete, estava apenas o motorista, um idoso de 86 anos. Ele ficou ferido, foi hospitalizado e também recebeu alta no sábado.

Acidente

Segundo o Corpo de Bombeiros, testemunhas disseram que o carro com placas de Luz, seguia com um comboio para Caldas Novas (GO) juntamente com outros quatro veículos com famílias de Dores do Indaiá.

No km 170, entre Uberlândia e o distrito de Tapuirama, a caminhonete com placas de Belo Horizonte, invadiu a pista contrária e bateu de frente com o carro.

Uma testemunha disse aos bombeiros que o condutor da caminhonete passou mal e perdeu o controle da direção. Outra pessoa disse que foi durante uma ultrapassagem, segundo informou a Polícia Militar Rodoviária (PMR). As causas serão apuradas.

A PMR controlou o trânsito no local, que ficou em meia pista. A perícia foi acionada para liberar os corpos, que a princípio foram levados para o Instituto Médico Legal (IML).

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui