PF indicia homem por planejar ataque contra Bolsonaro em cidade de Minas

0

A Polícia Federal concluiu, nesta quarta-feira (11), inquérito que apurava publicações nas redes sociais de um possível atentado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante visita, em novembro do ano passado, à cidade de Três Corações, no Sul de Minas, para participar de solenidade de formatura da Escola de Sargento de Armas (ESA).

Segundo o órgão, foi apurado que o homem de 25 anos “manifestou e possuía a intenção de atentar contra” Bolsonaro. Ele vai responder pelo crime de atentado contra a liberdade pessoal do presidente da República, previsto no artigo 28 da Lei de Segurança Nacional, e pode cumprir até 12 anos de reclusão se for condenado. As ordens foram expedidas pela Justiça Federal.

A PF diz que conduziu o rapaz, que trabalhava como terceirizado na ESA, até à Delegacia de Polícia Federal em Varginha, após apurações identificarem que na véspera da visita ele havia divulgado nas redes sociais mensagens em textos e vídeos com menções de atacar o presidente.

“Um dos vídeos chamou a atenção da PF, pois nele o investigado afiava o cabo de uma escova de dente para transformá-la em estoque, instrumento pérfuro-contundente não identificável por detectores de metal”, explica a instituição por meio de nota.

Ainda segundo a PF, no curso das investigações foram realizados mandados de busca e apreensão, cumpridos em Três Corações e Alfenas ainda em dezembro, oitivas, diligências de campo e cruzamento de informações constantes do material apreendido e periciado.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui