Ações de vândalos crescem em pelo menos 30% neste ano em Poços de Caldas, MG

0

O número de casos de vandalismo teve um aumento de quase 30% este ano em Poços de Caldas. No último mês, foram invadidos, depredados e furtados locais como o Ginásio Isah Sarraf e o complexo aquático do Country Club, a pista de atletismo e o clube de judô, o Parque das Nações, a pista do aeroporto e até o teleférico.

Estas ações têm gerado prejuízo grande que vai pesar no bolso dos moradores da cidade, pois os locais são todos espaços públicos.

Alvos de vandalismo

Parado há mais de um ano, o teleférico foi alvo de bandidos neste final de semana. Guardas municipais flagraram três homens furtando fios em uma das torres. A fiação foi recuperada e alguns equipamentos apreendidos. Os suspeitos conseguiram fugir pela mata.

Durante todo o ano passado, a Guarda Municipal de Poços de Caldas registrou 17 ocorrências de danos a prédios públicos. Este ano já foram 22. Alguns espaços que foram depredados tinham acabado de ser reformados.

É o caso do ginásio no bairro Country Club. Paredes foram pichadas, fiação furtada e o padrão de energia, depredado.

O prédio que abriga o clube do judô apresenta sinais de abandono e o local tem marcas que mostram que tem sido invadido. Na última semana, vândalos também furtaram parte da fiação elétrica.

Já nas piscinas do Country Club, vândalos reviraram equipamentos e tintas.

“É muito triste, porque a gente tem tanto zelo pela estrutura para proporcionar à população um lazer, uma atividade esporteiva, e infelizmente esses fatos têm sido corriqueiros e a população é quem perde. Infelizmente, se demanda dinheiro, demanda pessoas, demanda horário. É complicado, quando acontecem esses eventos toda a secretaria e toda comunidade fica muito triste”, destacou o gerente da seção de equipamentos esportivos, Franco Martins.

A prefeitura reforça que quem tiver informações ou denúncias sobre ações como essas deve entrar em contato com a Guarda Municipal, que é a responsável pelas repartições e monumentos públicos da cidade.

“A Guarda Civil Municipal tem envidado todos os esforços no sentido de que essas situações não ocorram. Mas, infelizmente alguns fatos pontuais têm ocorrido e é um fato que nos preocupa bastante. Esse fato tem se repetido ao longo das últimas semanas. É um crime de dano previsto no código penal. E é importante salientar que é um crime qualificado, porque é cometido contra o patrimônio público. Temos as rondas patrimoniais que são efetivadas, temos cadastrados na nossa Guarda Civil cerca de 640 pontos de patrulhamento. É humanamente impossível estar em todos os locais ao mesmo tempo, mas o pessoal tem se desdobrado e algumas prisões felizmente estão sendo realizadas também e as pessoas estão sendo obrigadas a ressarcir os cofres públicos”, destacou Marcelo Bastos, comandante da Guarda Municipal de Poços de Caldas.

O comandante salienta que as denúncias são anônimas e podem ser feitas, principalmente, por vizinhos dos locais.

“As denúncias podem ser feitas através do telefone emergencial, principalmente aqueles pessoas que são vizinhas de algum patrimônio público, podem estar ligando que imediatamente a viatura que está escalada no setor para fazer a averiguação”, disse.

Os telefones para denúncia são o 153 ou o (35) 3697-2345.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui