Bandidos espancam e tentam atropelar motorista de app durante roubo em Contagem

0

Um motorista de aplicativo de 40 anos foi brutalmente espancado durante um roubo, nessa segunda-feira (14), no bairro Quintas Coloniais, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. 

“Foi passado na rede de rádio que um veículo Gol tinha sido abandonado após ser  tomado de assalto no bairro Quintas Coloniais. No local indicado encontramos um simulado de arma de fogo no banco de trás e no banco do passageiro um celular que tinha proteção de tela a foto de um indivíduo conhecido no meio policial por roubo, tráfico de drogas e receptação”, explicou o sargento Elbert Moisés, do Grupo Especial de Resposta (GER) da Polícia Militar. 

Durante o registro da ocorrência, policiais foram informados que três homens participaram a ação. Eles entraram no veículo como passageiros e, no trajeto, anunciaram o roubo. 

“A vítima alegou que após algum tempo rodando, um cidadão do banco de trás pegou o cinto de segurança e tentou enforcá-lo. Nesse momento, o passageiro que estava no banco do passageiro começou a desferir diversos socos na face do motorista. Um deles gritou para os comparsas: ‘mata ele, mata ele’. O outro respondeu: ‘deu nega, deu nega’, como se a arma tivesse falhado. Não sabemos se algum deles estava com uma arma de fogo além do simulacro”, detalhou o militar. 

O condutor conseguiu sair do veículo, mas o trio continuou com as agressões. A vítima correu e, nesse momento, um dos criminosos voltou para o carro e tentou atingir o motorista. O homem saltou para um lote vago para não ser atropelado. 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de urgência (Samu) foi acionada, e a vítima encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) JK com suspeita de traumas na face.

Fuga pelo córrego

Durante a fuga, o homem que deixou o celular com a foto para trás teria passado por um córrego. Ele foi reconhecido pela vítima. 

“Fomos até a residência dele e fizemos contato com a mãe, que autorizou a nossa entrada. O suspeito tinha acabado de tomar banho e no cesto de roupas sujas estavam uma bermuda e uma blusa de frio molhadas. Nós presumimos que seja o indivíduo que evadiu pelo córrego”, afirmou o sargento .

Ainda conforme o policial, na frente da mãe, o jovem negou o crime. Já na viatura, ele assumiu e disse que estava sozinho. Os comparsas do ladrão não foram localizados.

A polícia recuperou a carteira da vítima e mais de R$ 500 em dinheiro.

Suspeito alega que estava brincando na rua da avó

Em conversa com a imprensa, o homem negou participação no roubo.

“Eu não fiz nada. Eu estava na rua da casa da minha avó, nem vi celular. Estava brincando lá na rua com os meninos na água suja e molhei a roupa. Eu quero que essa vítima me reconheça pessoalmemte”, alegou. 

O suspeito ainda afirmou que “achava sacanagem” o espancamento do motorista. 

“Isso é covardia. Pra quê vai matar o cara? Eu faço os “meus corres” e saio fora. É a primeira vez que eu rodo ‘de maior’. Para minha mãe é sofrimento, fiquei sete meses na ‘de menor’ e cumpri a minha caminhada”, finalizou.

O homem foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Contagem.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui