Prefeito eleito de Santa Maria do Suaçuí (MG) morre vítima de Covid-19

0
Aristóteles Temponi (MDB) estava internado há mais de um mês com Covid-19

Mais um prefeito eleito em Minas Gerais morreu antes da posse. Aristóteles Temponi Catarina (MDB), conhecido como Palitó, que foi eleito prefeito de Santa Maria do Suaçuí, na região do Vale do Rio Doce, faleceu na última segunda-feira (21) com Covid-19.

A informação foi confirmada por meio de nota publicada pela prefeitura em suas redes sociais. “É com grande pesar que a Prefeitura Municipal de Santa Maria do Suaçuí informa o falecimento do prefeito Aristóteles Temponi Catarina, o Palitó. O Prefeito em exercício, Aristeu Rocha, declara Luto de 3 dias no município”. 

Vários políticos mineiros se manifestaram em suas redes sociais lamentando a morte de Temponi. O presidente do MDB, deputado Newton Cardoso Jr. publicou uma nota em que diz que lamenta a morte do colega.

“Foi com muita tristeza e pesar que recebemos a notícia do falecimento do Prefeito Palitó, de Santa Maria do Suaçui. Filiado ao MDB, foi reeleito em novembro e já havia sido diplomado para mais um mandato. Uma grande perda para o nosso Partido. Aos amigos e familiares, um forte abraço e sinceros sentimentos de solidariedade”, escreveu.

O presidente do PSDB em Minas, deputado federal Paulo Abi Ackel, também publicou uma nota de pesar em que manifestou “nossas homenagens ao cidadão e prefeito Palitó, de Santa Maria do Suaçuí, que prematuramente nos deixou. Deixa também uma lacuna na vida de seus familiares e da população do Município, considerando sua profícua atuação em favor do bem comum. Nossas condolências e deus traga conforto a todos, em especial à sua família”.

O deputado estadual Coronel Sandro (PSL) também publicou: “Tristeza é o sentimento. Fé em Deus! Nesse  momento difícil solidarizo-me com a família e o povo de Santa Maria do Suaçuí por essa perda tão significativa”. 

Terceiro caso

Aristóteles Temponi tinha 66 anos e estava internado em um hospital de Belo Horizonte com a doença. Ele é o terceiro prefeito eleito Minas que faleceu antes da posse. Os demais casos aconteceram em Passa Quatro, no sul de Minas, e em Tapiraí, no Centro-Oeste de Minas.

No primeiro caso, Antônio Claret (PV) morreu na véspera da eleição e, por falta de tempo para alteração nas urnas, recebeu os votos dos eleitores, mas não foi declarado eleito. Ele foi substituído pelo atual vice-prefeito da cidade, Henrique Nogueira (MDB). 

Já em Tapiraí, o prefeito eleito Ronaldo Pereira Cardoso (Democratas) morreu no último dia 17, um dia após sua diplomação, em um acidente de trânsito na BR-262, em Moema, na mesma região.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui