Roupa Nova lamenta morte do cantor Paulinho: ‘Luzes do palco se apagaram’

0
 “As luzes do palco se apagaram. Infelizmente o nosso querido Paulinho não resistiu.”

Via Famosando 

Morreu Paulinho, vocalista do Roupa Nova, aos 68 anos de idade na noite desta segunda-feira (14). Aliás, o cantor estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Copa D’or, na Zona Sul do Rio. Ele estava passando por um tratamento para se recuperar de complicações da Covid-19.

Anteriormente, a assessoria de imprensa do cantor havia informado que ele já não estava mais infectado com coronavírus. Portanto, em decorrência do vírus, outros fatores complicaram.

Cantor tinha feito um transplante de medula e no mês passado foi internado com Covid-19

Ao propósito, a banda também havia se pronunciado através do Instagram. “Boa tarde pessoal, recebemos novas notícias do nosso querido Paulinho e viemos compartilhar com vocês. Ele segue hospitalizado na UTI (não COVID), agora em estado delicado e precisando de cuidados mais específicos. Vamos continuar orando e mandando pensamentos positivos. Obrigado a todos por tanto carinho”.

Logo após o falecimento do cantor, a banda lamentou a perda. “As luzes do palco se apagaram. Infelizmente o nosso querido Paulinho não resistiu.” começou o texto.

“Acabamos de receber a notícia que ele veio a falecer de falência de múltiplos órgãos após ser acometido pela infecção do vírus COVID 19. Paciente decorrente de outras co-morbidades, entre elas um transplante de medula óssea devido a um linfoma, ele teve uma parada cardiorrespiratória hoje, que levou à parada dos órgãos. Nossos agradecimentos à todos que oraram e pediram por ele. Deus o receba de braços abertos!” finalizou a publicação.

Paulinho, portanto, deixa dois filhos: Pepê, baterista da banda Jamz, revelada no programa SuperStar (TV Globo), e a cantora Twigg.

Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morre aos 68 anos

Covid-19

Paulinho foi diagnosticado com coronavírus enquanto se recuperava de um transplante de medula óssea que havia feito em setembro para tratar um linfoma. Assim, no procedimento, utilizou-se as próprias células do paciente, que respondeu bem ao tratamento. No entanto, em novembro, ele precisou ser novamente internado, desta vez com Covid-19.

Nascido no Rio em 1952, Paulo César Santos se apresentava em bailes cariocas antes de se juntar à banda Os Famks, nos anos 1970. Assim, o grupo depois mudaria o nome Os Motokas. Isso antes de receber o nome definitivo, Roupa Nova, após assinar um contrato de gravação, já na década de 1980. Sua voz se tornou uma das principais marcas da banda.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui