Polícia Civil prende homem em operação de combate aos crimes de homicídio e tentativa de homicídio em Januária

0
Operação foi realizada pela Polícia Civil em Januária — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Via G1 Grande Minas 

Um homem foi preso em uma operação de combate aos crimes de tentativa de homicídio e homicídio em Januária (MG). A ação tinha ainda outros cinco alvos, que são considerados foragidos. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (27) pela Polícia Civil.

O delegado William Fernandes de Araújo explica que os investigados integram dois grupos criminosos atuantes nos bairros São Francisco e São Domingos. Eles têm histórico de envolvimento com o tráfico de drogas, porte ilegal de armas e homicídio. Além disso, alguns deles foram presos há cerca de seis meses por tentativa de homicídio e tiveram a liberdade provisória decretada recentemente.

“Os investigados são de duas facções que têm atuação histórica na cidade, pertencem a bairros limítrofes e disputam o tráfico de drogas. Eles já foram unidos, mas houve um desgaste que ocasionou no desmembramento em duas associações criminosas”, explica.

O delegado diz ainda que os crimes investigados ocorreram em 2 de janeiro, após um desentendimento durante o velório da mãe de um dos líderes de um dos grupos. Na ocasião, um carro que participava do cortejo fúnebre foi atingido por vários tiros. Ninguém ficou ferido.

Em seguida, o grupo rival foi até uma lanchonete no outro bairro e atirou contra um grupo que estava no local, deixando uma pessoa morta e duas feridas. Segundo William Fernandes de Araújo, o homem preso é suspeito de atirar contra o veículo no cortejo.

 

William Fernandes de Araújo destaca que nenhum advogado se apresentou na delegacia. O G1 não conseguiu localizar nenhum defensor do preso até a publicação desta reportagem. Se a defesa se manifestar, o posicionamento poderá ser incluído nesta matéria.

“A Polícia Civil não aceitará ações criminosas de qualquer espécie, em especial como essas, que atentam contra a vida à claras levando terror aos bons cidadãos dos bairros São Francisco e São Domingos.”

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui