Vacina contra Covid-19 chegará a todas as cidades mineiras até esta terça

0
Governador de Minas Gerais, Romeu Zema

Via G1 Minas Gerais

A distribuição das doses do primeiro lote da CoronaVac está sendo realizada em todo o estado ao longo desta terça-feira (19). Estão previstos oito voos para conseguir fazer toda a entrega às regionais de saúde.

Em entrevista ao vivo no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, ao Bom Dia Minas, nesta manhã, o governador do estado, Romeu Zema (Novo), comentou sobre a distribuição.

“Nós recebemos as vacinas ontem à noite, por volta das 9 horas da noite, e, hoje cedo, nós já enviamos para muitas cidades, via aérea e via rodoviária também. Essas caixas contendo as doses de vacina, de forma que dentro de poucas horas, duas horas no máximo, praticamente todas as regionais estarão abastecidas com as vacinas e poderão vacinar”.

Zema disse que cada prefeitura é responsável em retirar as vacinas nas regionais da saúde. Ele falou ainda que, até a tarde desta terça, a vacinação comece em todos os 853 municípios e que o próximo lote de vacinas será disponibilizado na semana que vem.

O governador contou que a quantidade de 477 mil doses deve ser mantida nos próximos lotes, mas alertou. A vacina chegou, mas o vírus continua no meio de nós”.
 
Secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral — Foto: Reprodução/TV Globo

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, falou sobre os público prioritários na vacinação.

Segundo ele, os idosos em instituições, os indígenas aldeados e os profissionais de saúde na linha de frente têm prioridade para se vacinar.

Amaral falou que até o meio do ano muita gente já estará vacinada, gerando um controle significativo.

Logística

Coronel da Polícia Militar Flávio Godinho — Foto: Reprodução/TV Globo

Também em entrevista exclusiva ao Bom Dia Minas, o coronel Flávio Godinho, da Polícia Militar (PM), detalhou a logística de distribuição das doses pelas 28 regionais de saúde do estado.

“Hoje nós finalizamos a entrega de todas as vacinas nas regionais de Minas Gerais, que são 28. Sendo 25 de forma de transporte aéreo e três regionais de via terrestre”, disse.

Segundo Godinho, as doses de CoronaVac, que saíram de São Paulo e desembarcaram em Confins nesta segunda-feira (18), foram levadas para Central Estadual de Rede de Frios, em Belo Horizonte. Já nesta terça, elas foram transportadas, sob escolta, ao hangar do governador.

“Nós temos um total de cinco aviões e três helicópteros, que estão fazendo esta distribuição simultânea para diversas regiões do estado de Minas Gerais. O primeiro local que vai receber essa vacina é a cidade de Januária”, disse.
 

De acordo com o coronel, em um mesmo voo, uma aeronave pousará em várias cidades. Depois, na parte da tarde, ela retornará a Belo Horizonte para fazer um reabastecimento e seguir a distribuição.

“Minas Gerais tem o tamanho da França. Então, atingir os 853 municípios é um desafio enorme”, afirmou.

Godinho explicou que tanto o embarque quanto desembarque das doses é monitorado por técnicos da Secretaria de Estado de Saúde.

Após a chegada da vacina nas regionais, caberá às prefeituras fazer o transporte até os municípios. “Toda essa logística terá uma escolta da Polícia Militar para dar segurança e agilidade nessa distribuição no nosso território mineiro”, disse.

Segundo o oficial, somente parte das 577 mil doses recebidas por Minas será entregue aos municípios nesta terça. “Nas regionais, nós iremos mandar para o município a primeira dose. Então, a metade dessa carga de cada município. Daqui a 14 a 21 dias, é uma nova operação para mandar a outra metade, que é a segunda dose”, detalhou. De acordo com Godinho, a decisão foi por uma questão de logística e segurança.

Distribuição

Avião do Corpo de Bombeiros é carregado com CoronaVac — Foto: Lucas Franco/TV Globo

Minas Gerais começou, na madrugada desta terça-feira (19), a distribuição das doses da CoronaVac para todo o estado. Das 577 mil vacinas recebidas, 60 mil ficarão em Belo Horizonte e as demais serão distribuídas para as 28 Superintendências Regionais de Saúde.

 

Por volta das 4h, um caminhão refrigerado deixou a Central Estadual da Rede de Frio, no bairro Gameleira, na Região Oeste da capital, e seguiu para o aeroporto da Pampulha com a primeira parte do carregamento.

Pouco depois, às 4h43, um segundo veículo carregado com o restante das vacinas chegou ao aeroporto, onde o material será redistribuído, conforme definição do governo do estado.

A CoronaVac é a vacina do Instituto Butantan feita em parceria com o laboratório chinês Sinovac, cujo uso emergencial foi aprovado neste domingo (17).

A logística de transporte da vacina vai envolver a Defesa Civil, a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros. O transporte aéreo deve começar nas primeiras horas desta terça.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) trabalha em um plano de vacinação, que vem sendo discutido desde setembro do ano passado. As doses e os insumos serão distribuídos de maneira semelhante ao que já foi organizado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI).

Para isso, 50 milhões de seringas foram adquiridas. Desse total, 21 milhões chegaram ao estado e sete milhões já foram entregues às 28 Superintendências Regionais de Saúde. Caberá a cada um dos 853 municípios buscar as doses de vacina nessas unidades regionais.

Seguindo o PNI, o primeiro grupo prioritário é formado por profissionais de saúde que atuam diretamente no combate ao coronavírus, idosos residentes em asilos e indígenas residentes em aldeias.

De acordo com o último boletim epidemiológico da SES, divulgado nesta manhã, Minas Gerais já confirmou 646.091 casos de coronavírus. Ao todo, 13.483 pessoas morreram em decorrência da Covid-19 no estado.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui