Polícia Militar prende cinco suspeitos com grande quantidade de drogas, em Uberlândia

0
Havia uma enorme variedade entre as drogas apreendidas em Uberlândia — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Via G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Quatro jovens, entre 20 e 28 anos, e um home, de 33 anos, foram presos na noite desta quinta-feira (18) por tráfico de drogas em Uberlândia. De acordo com a Polícia Militar (PM), eles foram encontrados com centenas de porções de maconha, cocaína, metanfetamina, ecstasy, LSD e haxixe. Também foram apreendidos cerca de R$ 550 e dois veículos.

Segundo a PM, a corporação recebeu denúncia de que duas pessoas suspeitas estavam em um carro no Bairro Brasil. Uma patrulha fez rastreamento e conseguiu localizá-los. O jovem de 26 anos e o homem, de 33 anos, estavam fora do carro conversando com um motociclista, de 25 anos.

Dentro do carro foram encontrados um saco plástico com 2 kg de maconha in natura, oito comprimidos de ecstasy, um saco plástico com uma bolinha de haxixe, quatro selos de LSD, quatro pacotes com metanfetamina, uma máquina de cartão e chaves. Os três suspeitos foram detidos, e os dois veículos apreendidos.

O suspeito de 26 anos disse aos militares que não sabia da presença das drogas no carro e que só estava lá fazendo um favor ao homem, que pediu que ele o levasse até o Bairro Brasil. Ele informou que havia buscado o suspeito no Bairro Lídice, mas não sabia dizer o endereço exato.

Foram apreendidos dois quilos de maconha in natura em Uberlândia — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Depósito de drogas

Guarnições da PM foram até as proximidades de onde ele havia descrito no Bairro Lídice. Após bater de porta em porta algumas vezes, os militares foram informados de um imóvel em que entravam e saiam muitas pessoas, sempre olhando nos arredores de forma desconfiada.

Na residência informada, os militares testaram as chaves encontras no carro e conseguiram abrir o portão. Em um quarto nos fundos da casa, eles encontraram um jovem de 20 anos, assim como sete barras e 22 pacotes de maconha, 130 comprimidos de ecstasy, 374 papelotes de cocaína, duas balanças de precisão, material para a embalagem de drogas e R$ 100.

O rapaz que estava na casa informou aos militares que recebia R$ 500 ao mês para guardar o material que chegava no local. Questionado sobre para quem trabalhava, o jovem entrou em contradição, afimou que era pago apenas para guardar as drogas e disse que o dono também guardava entorpecentes em uma chácara no Distrito de Martinésia.

Segundo endereço

Com a descrição da chácara, os militares foram para o Distrito de Martinésia. Eles encontraram uma chácara às margens da rodovia, entraram em contato com um morador, de 28 anos, e realizaram buscas na residência, onde foram encontrados 14 comprimidos de ecstasy.

 

Segundo a PM, o suspeito informou que não tinha mais nenhum material ilícito no local, mas demonstrava extrema preocupação e gaguejava ao responder as perguntas dos policiais. Questionado sobre os materiais que foram apreendidos com o suspeito de 33 anos, o jovem ficou ainda mais nervoso e disse que não sabia.

No entanto ele relatou aos policiais que o outro suspeito foi até a chácara dias atrás e pediu para esconder um material, mas não teve permissão. Segundo ele afirmou à PM, o rapaz foi até os fundos da chácara com o material e voltou sem nada, de modo que ele poderia ter enterrado.

Nos fundos, a PM encontrou ferramentas, como picareta, enxada e cavadeira. Contudo, segundo os militares, não foi possível encontrar o material enterrado já que o terreno tinha muita vegetação e não havia iluminação para que fosse feita uma busca manual. Além disso, também havia um canil com diversos cachorros, o que impediu que a utilização de cães militares para a busca.

Presos

Os cinco suspeitos foram detidos e levados para a delegacia de plantão da Polícia Militar. Todos os celulares encontrados foram apreendidos e levados para a delegacia, juntamente com as drogas encontradas. O carro e a moto apreendidos no Bairro Brasil foram levados para um pátio credenciado.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui