Consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos é proibido em Juiz de Fora; a medida foi tomada após a piora nos índices da Covid-19

0
Município regrediu para a faixa vermelha do programa municipal ‘Juiz de Fora pela Vida’ e informou novas medidas dentro da etapa para prevenção à contaminação pelo coronavírus

Via G1 Zona da Mata

A Prefeitura de Juiz de Fora proibiu o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos no município. A informação foi divulgada na noite desta terça-feira (2), juntamente com outras restrições. Além disso, a Administração informou a regressão da cidade para a faixa vermelha do programa municipal “Juiz de Fora pela Vida”.

Conforme o Executivo, a medida foi tomada após a piora nos índices da Covid-19. Nesta terça, o município registrou mais seis mortes pela doença e 151 casos confirmados. Ao todo, a cidade em 829 óbitos e 20.136 notificações positivas desde o início da pandemia.

A mudança já está em vigor e, na prática, proíbe o funcionamento de instalações de esportes; clubes sociais; esportivos e similares; atividades de condicionamento físico, além da abertura de espaços públicos recreativos. Entretanto, academias de ginástica podem funcionar. O consumo interno em bares também não é autorizado na faixa vermelha.

Confira outras atividades que tiveram o horário de funcionamento modificado:

  • Setor de serviços e escritórios comerciais: segunda a sábado, entre 8h e 18h;
  • Salões de beleza e clínicas de estética: segunda a sábado, entre 7h e 22h;
  • Academias de ginástica e afins: segunda a sábado, entre 6h e 22h, com distanciamento individual mínimo de 2 m e limitação de uma pessoa a cada 10 m²;
  • Comércio, centros e galerias comerciais: segunda a sábado, entre 9h30 e 19h30;
  • Construção civil e atividades afins: segunda a sábado, entre 7h e 17h;
  • Shoppings: segunda a sexta-feira, entre 11h e 22h. Já sábado, domingo e feriados, entre 10h e 22h;
  • Bares, restaurantes, lanchonetes, distribuidoras de bebidas, lojas de conveniência e afins: de segunda a domingo entre 8h e 21h. Entrega em domicílio e retirada no estabelecimento tem horário livre.
  • Igrejas e centros religiosos: observado o limite de 30% da capacidade;
  • Bancas de jornal: horário livre;
  • Demais atividades: horário livre, nos termos autorizados pelo município.
 

Juiz de Fora pela Vida

O programa foi instituído pela prefeita Margarida Salomão (PT) após anúncio da saída do município do “Minas Consciente” em janeiro deste ano.

Para Juiz de Fora mudar de faixa será feita análise periódica de indicadores. Entre eles estão: a lotação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de enfermarias e a situação epidemiológica de casos confirmados.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui