Novas variantes do coronavírus são registradas na Zona da Mata e Vertentes, segundo (SES-MG)

0
A variante B.1.1.7 apresenta 17 mutações, algumas delas na área responsável por codificar a espícula, a estrutura que permite o coronavírus invadir as células do corpo humano

Via G1 Zona Da Mata

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou, na tarde desta terça-feira (2), que através da confirmação de exames laboratoriais, foi possível notar a presença de variantes do coronavírus em Barbacena, Muriaé e Além Paraíba.

Por causa da situação, o Estado ainda informou que com isso, a SES-MG intensificou ainda mais as investigações sobre a circulação das cepas em Minas Gerais.

Em todas as três situações, não foram informados mais detalhes sobre os pacientes. 

Barbacena

A variante chamada de VOC 202012/01, linhagem B.1.1.7, que a princípio foi descoberta no Reino Unido, foi detectada na amostra de um paciente de Barbacena.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em parceria com a Rede Corona-Ômica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC), o Instituto Hermes Pardini e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

G1 procurou a Prefeitura para saber se a mesma gostaria de se manifestar, mas não houve retorno até a última atualização desta matéria.

 

Além Paraíba

Após exames realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi encontrada a variante P.2 em duas amostras de pacientes em Além Paraíba.

Na última semana, a Prefeitura já havia divulgado a informação e que tomava todas as providências necessárias, no entanto, a SES-MG ainda não tinha confirmado.

A linhagem P.2 contém a mutação E484K na Spike e já foi encontrada em todas as regiões do país. No entanto, essas linhagens identificadas não são consideradas Variantes de Atenção (VOC).

Muriaé

A Fiocruz também detectou um genoma da linhagem B.1.1.143 em Muriaé. Em contato com a Prefeitura, a mesma explicou que ainda não recebeu a comunicação da situação através do Estado.

Variantes no Brasil

Atualmente, as três variantes de atenção sob vigilância no brasil são:

  • Variante VOC 202012/01, linhagem B.1.1.7 (Reino Unido);
  • Variante 501Y.V2, linhagem B.1.351 (África do Sul);
  • Variante P.1, linhagem B.1.1.28 (Brasil).

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui