Prefeitura de Belo Horizonte, interditou 15 estabelecimentos por descumprir medidas sanitárias de combate à Covid-19

0
Lojas fechadas no centro de BH — Foto: Carlayle André / TV Globo

Via G1 Minas Gerais 

A Prefeitura de Belo Horizonte interditou 15 estabelecimentos e aplicou três multas  por descumprimento dos protocolos sanitários, nos cinco primeiros dias de fechamento do comércio não essencial na capital.

As ações são realizadas em todas as regionais e contam com o apoio de agentes da Guarda Municipal. Segundo a prefeitura, os estabelecimentos que não cumprirem as medidas de combate à Covid-19 podem ser interditados e a multa chega a R$ 18.359,66.

No último sábado (6) , Belo Horizonte endureceu as regras de flexibilização por causa do avanço das contaminações e aumento das internações. Apenas serviços essenciais puderam ficar abertos.

Foi a quarta vez que a prefeitura impôs restrições por causa da pandemia. A primeira foi em março do ano passado, depois em junho, em janeiro deste ano e agora.

Na quinta-feira (11), a taxa de ocupação de leitos de UTI bateu recorde e chegou a 89,4% na capital. É o maior índice desde agosto do ano passado, quando a prefeitura passou a considerar a disponibilidade de unidades no SUS e na rede suplementar.

O prefeito, Alexandre Kalil, deve anunciar novas medidas nesta sexta-feira (12) para conter o aumento de casos na cidade.

As denúncias de irregularidades podem ser feitas por meio do portal da prefeitura e do telefone 156.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui