Rodovias do Centro-Oeste de Minas Gerais vão ganhar mais radares de velocidade

0
Trechos foram escolhidos de acordo com o maior índice de acidentes causados por excesso de velocidade

Via G1 Centro-Oeste

As rodovias da região Centro-Oeste e de todo o estado de Minas Gerais vão ganhar novos radares de velocidade, de acordo com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG).

Serão implantados 66 equipamentos na região conforme um edital de licitação lançado pelo DER, para escolha de uma empresa que irá operar o sistema de monitoramento de 995 radares em todo estado. Deste número, 526 serão novas instalações. Atualmente, 469 aparelhos estão em atividade.

Segundo o DER, existem 32 radares de velocidade na região, sendo que a maioria está no município de Itaúna, que comporta oito aparelhos. Em segundo lugar está Cláudio, onde estão em operação três redutores.

Em seguida há cidades com dois aparelhos como São Gonçalo do Pará, Conceição do Pará, Pará de Minas, Pedra do Indaiá e Moema. Em outras cidades como Divinópolis, apenas um radar está em operação.

De 32 aparelhos instalados na região Centro-Oeste, a maioria é de 60km/h e apenas quatro redutores exigem que os motoristas trafeguem a 40km/h.

Edital

O DER vai escolher uma empresa que ficará responsável pelos radares por meio de uma licitação na modalidade pregão. O aviso foi publicado no Diário Oficial no último dia 13 de fevereiro. As empresas interessadas têm até o dia 8 de março para protocolar as propostas e as documentações exigidas.

 

Conforme o edital, o primeiro lote de atendimento engloba rodovias das regiões Central, Centro-Oeste e Sul. Em seguida serão contempladas as demais regiões de Minas.

Manutenção e implantação

Atualmente o DER-MG tem 469 radares ativos, mas o contrato atual vence em 2021. Portanto, o edital prevê a manutenção dos 469 aparelhos em funcionamento e a implantação de outros 526.

A contratação da nova empresa irá aumentar em mais de 100% os equipamentos de fiscalização em operação nas estradas mineiras, segundo o departamento. Além disso, os objetivos são contribuir para a redução de acidentes nas rodovias do estado e exigir que os motoristas redobrem a atenção para respeitar os limites de velocidade.

Novos aparelhos no Centro-Oeste

Segundo o edital divulgado pelo DER, serão implantados 526 radares e deste número, 66 equipamentos estarão localizados no Centro-Oeste. Veja onde eles serão implantados:

Novos radares

Município Rodovia Quantidade
Conceição do Pará AMG-0310 1
São Gonçalo do Pará AMG-0320 1
Divinópolis AMG-0335 / AMG-0345 e MG-050 6
Itaúna MG-050 e MG-431 10
Carmo do Cajuru MG-050 2
São Sebastião do Oeste MG-050 1
Maravilhas MG-060 1
São Gonçalo do Pará MG-252 1
Conceição do Pará MG-423 2
Igaratinga MG-430 1
Pará de Minas MG-431 3
Cláudio MG-260 5
Passa Tempo MG-270 2
Carmópolis de Minas MG-270 1
Oliveira MGC-369 1
São Francisco de Paula MGC-3691 1
Formiga AMG-2030 2
Pedra do Indaiá MG-050 2
Córrego Fundo MG-050 2
Pimenta MG-050 2
Piumhi MG-050 4
Capitólio MG-050 2
Santo Antônio do Monte MG-164 1
Moema MG-170 2
Lagoa da Prata MG-170 1
Luz MG-429 e MG-176 2
Pains MG-439 1
Pompéu MG-164 e MG-420 5
Bom Despacho MG-164 1

Fiscalização

Segundo o gerente de Tráfego, Segurança Viária e Faixa de Domínio do DER-MG, Cristiano Coelho, em 2020 cerca de 714 milhões de veículos foram fiscalizados pelos equipamentos de controle eletrônico de velocidade.

Desse total, 743.745 foram autuados por trafegarem com excesso de velocidade, o que representa 0,1% dos veículos fiscalizados.

“Esta porcentagem indica que a grande maioria dos condutores entendem e respeitam o Programa de Controle de Velocidade do estado de Minas Gerais”, avaliou.
 

Edital

O edital está dividido em quatro lotes, ordenados por coordenadorias regionais do DER-MG, e prevê a contratação de empresa para prestação de serviços de engenharia de natureza contínua por 30 meses, podendo ser prorrogado por mais 30 se for vantajoso para o DER-MG. O investimento está estimado em R$ 140 milhões.

Conforme o edital, o lote 1 engloba rodovias das regiões Central, Centro-Oeste e Sul. O lote 2, trechos localizados na região Central, Alto Paranaíba, Jequitinhonha e Triângulo. Segmentos de rodovias do Norte, Vale do Rio Doce, Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Noroeste estão contemplados no lote 3 e o Campo das Vertentes, Zona da Mata e Sul de Minas concentram rodovias no lote 4.

Protocolo de documentação

As empresas interessadas têm até o dia 8 de março para protocolar as propostas e as documentações exigidas no edital 02/2021.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui