Estado confirma infecção de 67 detentos de Covid-19, no Presídio de Extrema

0
Covid-19: Estado confirma infecção de 67 detentos no Presídio de Extrema — Foto: Reprodução EPTV

Via G1 Sul de Minas 

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirmou, nesta terça-feira (20), a contaminação de 67 detentos do Presídio de Extrema pela Covid-19. De acordo com o órgão, todos já foram colocados em quarentena.

A informação foi confirmada pela Sejusp por meio do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG).

De acordo com a secretaria, os detentos estão assintomáticos ou com sintomas leves e são acompanhados por uma equipe de saúde. As celas em que eles se encontram, conforme o órgão, estão isoladas e passam por processo de desinfecção de maneira continua.

Há também dois servidores da unidade prisional com diagnóstico positivo para a Covid-19. Eles estão afastados das atividades e cumprem quarentena em casa com sintomas leves.

De acordo com a Sejusp, não há mais nenhum caso infecção nos presídios de Alfenas, Guaranésia, Poços de Caldas, Botelhos e Três Corações. Em Pouso Alegre, atualmente há sete detentos com diagnóstico positivo.

Ações contra Covid-19

De acordo com a Sejusp, desde o início da pandemia, diversas ações são realizadas em unidades prisionais de Minas Gerais para prevenir e controlar a disseminação do coronavírus.

A secretaria explica que foi adotado um modelo no país de circulação restrita de detentos no período de pandemia, classificado como referência pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui