Morre aos 103 anos idosa que se formou em Direito e atuou no primeiro júri aos 97, em Ipatinga

0
Advogada de 97 anos participa de seu primeiro juri em Ipatinga

Via G1 Vales de Mina Gerais 

Com 103 anos de idade, Chames Rolim, que se formou em Direito e atuou no primeiro júri aos 97 anos, morreu nesta segunda-feira (12), em Ipatinga (MG).

Dona Chames formou em Direito aos 97 anos, em 2014. Já no ano seguinte, ainda aos 97, ela atuou no seu primeiro júri. Ela fazia parte da equipe de defesa de um réu que era acusado de ser o mandante da morte do pai. Ela conseguiu inocentá-lo.

“Eu sempre achei o Direito muito bonito, conhecer o que é certo e o que é errado, para saber agir. Eu tenho o maior prazer de ter participado desse júri, eu não esperava tanto. Jamais pensei em galgar uma escada tão alta”, disse ela à época.
Chames Rolim se formou com 97 anos no curso de Direito — Foto: Reprodução / InterTV dos Vales

Na formatura, a filha, Cherrine Rolim, disse que sua mãe sempre foi uma mulher de visão, mas que seu pai era conservador e nunca a deixou estudar.

“Mamãe sempre gostou muito de conversar, sempre teve facilidade para se comunicar, mas meu papai, que era fazendeiro, farmacêutico e retraído, sempre puxava ela para trás, nunca a deixou estudar. Depois que ele faleceu, passados alguns anos, sentindo algum vazio na vida, ela pensou em fazer a faculdade de Direito”, disse.

O velório será realizado nesta terça-feira (13), em Ipatinga, e terá duração de duas horas, devido à pandemia da Covid-19.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui