Polícia Civil apreende durante operação cocaína com selo de Pablo Escobar e ecstasy, em Poços de Caldas, MG

0
Polícia Civil apreende cocaína com selo de Pablo Escobar e comprimidos de ecstasy em Poços de Caldas (MG) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Via G1 Sul de Minas 

A Polícia Civil apreendeu porções de cocaína com selos de Pablo Escobar na embalagem e drogas sintéticas durante operação realizada em Poços de Caldas (MG). Conforme a polícia, os entorpecentes foram descobertos após informação do Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico (Denarc) de que uma caixa de som, com entorpecentes no interior, seriam entregues na cidade. Duas pessoas foram por suspeita de tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia Civil, no interior da caixa de som entregue em uma casa no bairro São Bento foi apreendida 2 mil comprimidos de ecstasy. Outras porções de cocaína foram apreendidas porções de cocaína na residência.

Já em um bueiro em frente ao imóvel, a polícia encontrou porções de cocaína já dentro de sacos de plástico com selos do colombiano Pablo Escobar (1949-1993), considerado um dos traficantes mais temidos do mundo.

Segundo explicou a polícia, os detidos são uma mulher de 60 anos, que recebeu a encomenda, e o neto dela, de 23 anos.

Polícia Civil apreende cocaína com selo de Pablo Escobar em Poços de Caldas (MG) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Operação policial

Delegado Cleyson Brene falou sobre a apreensão de drogas e as prisões em Poços de Caldas (MG) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com o delegado Cleyson Brene, a informação do Denarc que levou a Polícia Civil à realizar a apreensão apontava para a entrega de uma caixa de som, com drogas no interior, em uma casa no bairro São Bento.

“Fizemos campana por algum tempo até a chegada dessa encomenda. Assim que a encomenda foi entregue para uma senhora de aproximadamente 60 anos, fizemos a abordagem e, na presença da testemunha, fizemos a abertura dessa caixa que havia acabado de ser entregue. Dentro havia aproximadamente 2 mil comprimidos de ecstasy”, disse o delegado em coletiva de imprensa.

Brene descreveu que dentro da casa foram localizados sete papelotes de cocaína e sacos de plástico utilizados para embalagem.

“Em frente à casa [do suspeito], encontramos dentro de um bueiro, os mesmos sacos plásticos e com o selo do Pablo Escobar. Ou seja, uma identificação, inclusive, da droga vendida”, falou.

O delegado disse que a mulher e o neto foram conduzidos à delegacia, onde será feito o ato de prisão em flagrante.

“Eles serão ouvidos e, até o presente momento, estamos falando em tráfico de drogas e associação para o tráfico”, comentou.

Cleyson Brene destacou que as drogas entregues em Poços de Caldas tinham como origem Uberlândia. Ele também apontou que não há indício e nem suspeita de que os entregadores e/ou a empresa de entrega estivessem envolvidos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui