Motorista com sinais de embriaguez é preso suspeito de provocar acidente com morte na MGC-259, em Curvelo

0
Carro tombou fora da pista e o motorista morreu — Foto: Polícia Militar Rodoviária/ Divulgação

Um motorista, de 21 anos, com sintomas de embriaguez foi preso após se envolver em um acidente na MGC-259, em Curvelo. Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária, o carro bateu na traseira de um outro veículo, que tombou fora da pista e o condutor, de 57 anos, não resistiu.

Cassio Pereira da Costa chegou a ser socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas faleceu no local. A esposa dele estava no veículo e foi levada para o Hospital Imaculada Conceição com ferimentos no ombro, mão e no quadril.

Ainda de acordo com a PM, o motorista que teria provocado o acidente apresentava sinais visíveis de embriaguez como olhos avermelhados, hálito etílico e fala desconexa. Ele recusou a fazer o teste do etilômetro e foi levado para a delegacia depois de receber atendimento médico.

Ao ser questionado sobre a dinâmica do acidente, o condutor relatou à polícia que tentava fazer uma ultrapassagem e bateu na traseira do carro porque foi fechado pelo veículo. Já a esposa do homem contou que o marido perdeu o controle da direção e saiu da pista após o automóvel ser atingido na traseira. A mulher disse que ele não invadiu a contramão e nem fechou o veículo.

Além do motorista, outras duas pessoas estavam no carro e foram socorridas com ferimentos leves. Uma das passageiras disse aos policiais que eles retornavam de um sítio em Felixlândia e ingeriram bebida alcoólica.

A perícia foi acionada e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Curvelo. Em nota, a Polícia Civil informou que foi instaurado um inquérito para investigar o caso e o motorista foi autuado em flagrante por homicídio culposo qualificado por estar com sintomas de embriaguez. Ele foi levado para o presídio de Três Marias.

O G1 não conseguiu falar com a defesa do motorista. Caso algum advogado se pronuncie, esta reportagem poderá ser atualizada.

Fonte: G1

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui