Justiça condenou homem a 30 anos de prisão por matar a ex-mulher a facadas, em Ipaba

0
O julgamento foi realizado nesta terça-feira (24), em Ipatinga. O crime aconteceu em dezembro de 2020

Via G1 Vales de Minas Gerais 

A Justiça condenou um homem, de 46 anos, por matar a facadas a ex-mulher, Alaíde Pereira de Souza. Ele terá de cumprir 30 anos de prisão. O julgamento foi realizado nesta terça-feira (24), em Ipatinga.

O crime aconteceu em dezembro de 2020, no município de Ipaba. Após o crime, o assassino confesso tentou se matar, mas foi contido pelos filhos do casal. Depois de receber atendimento médico, foi preso em flagrante. Em depoimento, o autor chegou a dizer que matou a vítima, pois estava insatisfeito com a separação dos dois.

“O Ministério Público acusou ele de feminicídio quadruplamente qualificado, quatro qualificadoras que são motivo torpe, recurso que dificultou a defesa da vítima, feminicídio e pela majorante que ele praticou esse crime com um dos filhos dentro de casa”, explicou o promotor Jonas Júnior Linhares.

Ainda segundo ele, durante o julgamento, o réu tentou, por diversas vezes, justificar o assassinato.

“O acusado busca meios de justificar parcialmente o seu ato. Ele disse que se defendeu, disse que estava sendo perseguido, que reagiu de uma provocação, mas nada disso tem comprovação”, disse Jonas.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui