Governador Romeu Zema apresenta ações de Minas Gerais para redução da emissão de poluentes em palestra na COP26, em Glasgow

0
Governador irá detalhar projetos mineiros e debater ações adotadas por cidades, comunidades e regiões em todo o mundo

Via Agência Minas 

Considerando o pioneirismo de Minas Gerais ao se tornar o primeiro Estado da América Latina e do Caribe a aderir à Campanha Mundial Race to Zero, o governador Romeu Zema representará o Brasil no painel de abertura, no dia 11/11, na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), realizada em Glasgow, na Escócia. A conferência, iniciada em 31/10, reúne líderes mundiais para debater ações efetivas de redução da emissão de gases de efeito estufa e controlar as mudanças climáticas no planeta.

Desde o início da conferência, Minas Gerais está em posição de destaque na comitiva brasileira que viajou a Glasgow. O governo mineiro está sendo representado pela secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marília Melo, importante liderança feminina nas discussões, além de representantes de entidades protagonistas no debate ambiental do Estado.

Painel

Os 13 dias de encontros da COP26 são divididos por pautas diárias, como energia, financiamento, natureza e uso da terra, transporte, entre outros. No dia 11/11, o governador participará de debate sobre Cidades, Regiões e Espaços Organizados, com o objetivo de discutir e avançar em ações adotadas por cidades, comunidades e regiões.

Ao lado do governador estarão lideranças como o prefeito de Istambul, Ekrem Imamoglu, e a presidente do Conselho de Construção Verde do Quênia, Elizabeth Chege. Será o momento de mostrar Minas Gerais ao mundo e colocar o Estado como protagonista em ações em prol do meio ambiente.

No mesmo dia, o governador deverá acompanhar a participação da secretária Marília Melo no painel sobre cidades, regiões e ambiente construído. Ela foi convidada para participar do evento ‘Liderança climática de atores subnacionais no Reino Unido e além’, momento em que será apresentado portfólio de cases contendo as ações e projetos desenvolvidos no estado, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), voltados para a economia de baixo carbono, e também relacionados a medidas de enfrentamento e adaptação aos efeitos decorrentes das mudanças climáticas.

O evento terá como foco a colaboração entre estados e regiões subnacionais, essencial para definir e alcançar metas climáticas globais.

Race to zero

formalização da entrada de Minas Gerais na campanha Race to Zero ocorreu em junho deste ano, em Belo Horizonte, com a presença do embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson e do cônsul britânico em Belo Horizonte, Lucas Brown.

O Race to Zero é uma campanha global para reunir lideranças com objetivo de alcançar emissões líquidas zero de gases de efeito estufa até 2050, o que deverá limitar o aumento da temperatura global a 2ºC.

Com a adesão, Minas se comprometeu a convergir esforços para reduzir e neutralizar a emissão de gases e a fomentar o desenvolvimento sustentável em seu território, atualizando até agosto do próximo ano as metas e projeções sobre as emissões e remoções de Minas. Atualmente, grande parte dessas emissões acontecem nos setores de Agropecuária (32%) e Energia (31%).

Entre as ações já desenvolvidas por Minas visando a redução das emissões, a energia solar fotovoltaica se destaca dentro da estratégia de transição energética para sistemas mais sustentáveis.

Minas é o estado líder no Brasil em geração solar fotovoltaica, representando 18% de toda a potência instalada no país. Isso é importante pois evita a emissão de 394 mil toneladas de gases de efeito estufa por ano.

Na última sexta-feira (29/10), o governador publicou decreto instituindo o Fórum Mineiro de Energia e Mudanças Climáticas (Femc). O grupo tem como objetivo geral promover a discussão, no âmbito do Estado, acerca dos fenômenos globais de mudança do clima e transição energética, tomando como base os compromissos assumidos pelo Estado no Race to Zero e as deliberações da COP26. Integram o fórum membros dos Poderes Executivo e Legislativo, além de entidades, ONGs e representantes do setor produtivo e da sociedade civil em geral.

Serviço

Painel de abertura: Cenário e pioneirismo nas Campanhas em Race to Zero, Race to Resilience e Human Settlements Pathway

Data: 11/11/2021 (quinta-feira)

Horário: 10h30 (horário local de Glasgow)

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui