Após GDF abrir mais 10 leitos, taxa de ocupação de UTIs recua para 65%

0

O Governo do Distrito Federal (GDF) liberou 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19 no Hospital Regional de Samambaia nessa sexta-feira (14/1). Com a medida, a taxa de ocupação de UTIs reduziu neste sábado (15/1), mas ainda exige atenção.

Na tarde de sexta, o índice de ocupação passou de 80% na rede pública. Na tarde deste sábado, até 12h25, a taxa era de 65,12%. De um total de 65 leitos de UTI Covid, 28 estão ocupados, 15 vagos e 22 bloqueados. Dois dos que estão preenchidos são neonatais.

Na fila de espera há seis pacientes aguardando por leito de UTI da rede pública.

Já na rede privada, 54,1% das UTIs Covid estão ocupadas. De 136 leitos, 66 estavam com pacientes até as 11h55 deste sábado. Outros 58 estão vagos e 12 bloqueados. Nenhum dos leitos preenchidos é pediátrico.

Plano de Mobilização de Leitos

O GDF apresentou nessa sexta-feira a atualização do Plano de Mobilização de Leitos Covid-19. A capacidade atual do governo é de mobilizar até 217 unidades para tratamento intensivo nos hospitais públicos e mais 133 leitos de UTI contratados em hospitais particulares.

Em coletiva de imprensa, o governador em exercício, Paco Britto (Avante), disse que o GDF estima que não será necessário alcançar o máximo de leitos previstos. “Podemos chegar até 217 leitos programados, mas a expectativa é de que usemos só 100 leitos”, afirmou.


0

 

Crianças serão vacinadas contra Covid dentro das escolas no DF

Com UTIs lotadas, Ibaneis e Paco Britto determinam que Saúde abra leitos imediatamente

Ao lado de Paco Britto, o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, disse que o planejamento de abertura de leitos conforme o aumento de casos da variante Ômicron estava sendo preparado desde 16 de dezembro. “O plano vai ser colocado em prática conforme a necessidade da população. Mas eu gostaria de deixar uma palavra de tranquilidade para a população porque estamos diuturnamente trabalhando e analisando o que fazer”, ressaltou.

Nessa sexta-feira, a Secretaria de Saúde concluiu a 1ª fase de mobilização de 10 leitos de UTI do Hospital Regional de Samambaia para atender pacientes com Covid. Até o dia 19, devem ser abertos mais 10 leitos na unidade.

A última fase de mobilização prevê abertura de 60 leitos de UTI para o Hospital da Polícia Militar, por meio da contratação regular de uma empresa para administrá-lo. Todas as outras unidades de terapia intensiva já existem na rede.

Veja a íntegra do Plano de Mobilização de Leitos Covid-19:


0

O post Após GDF abrir mais 10 leitos, taxa de ocupação de UTIs recua para 65% apareceu primeiro em Metrópoles.