Chuva deixa casas submersas em Rio Piracicaba; veja imagens aéreas

0

O município de Rio Piracicaba, na Região Central de Minas Gerais, é mais um dos atingidos pelas fortes chuvas. Após o rio que dá nome à cidade transbordar, a prefeitura disse que a Defesa Civil recebeu mais de 100 chamadas nas últimas 24 horas. A vacinação contra a COVID-19, programada para esta segunda-feira (10/1), foi cancelada.

Após o comunicado oficial do Executivo, nossa reportagem tentou contato com a Defesa Civil da cidade via WhatsApp na noite deste domingo (9/1). “O telefone não para de tocar. Há muitas pessoas ilhadas”, disse um funcionário, em mensagem por áudio, alegando, ainda, não ter como dar muitas informações devido à situação de calamidade em curso. “Desculpe, não estamos dando conta”, disse.
Alguns minutos depois, o órgão encaminhou uma breve mensagem que deu o tom do trabalho que perdurava até o fechamento da reportagem. “Estamos com muitos desabrigados e pessoas ilhadas em locais inacessíveis por conta da correnteza”, pontuou o órgão.

Em imagens que circulam nas redes sociais é possível perceber que casas inteiras ficaram submersas. Ainda não há balanço do número total de atingidos.

 

 

Prefeitura decreta estado de emergência
Diante da grave situação, a gestão municipal decretou estado de emergência neste domingo. “Há registros de deslizamento de barrancos, interdição de casas, quedas de árvores, estradas sem condições de trânsito e pessoas ilhadas”, informou a prefeitura.
Casas ficam completamente submersas em Rio Piracicaba (foto: Redes sociais/Reprodução)

O motorista deve ter atenção redobrada ao transitar na MG-123, na entrada de Rio Piracicaba, pois apenas uma via está sendo utilizada, disse a administração municipal.

Moradores devem evitar sair de casa, diz Defesa Civil

Em nota oficial, a Defesa Civil disse que os moradores devem evitar sair de suas casas. “O trânsito de pessoas nas ruas sem necessidade está dificultando as operações de resgate por parte da Polícia Civil, da Prefeitura Municipal de Rio Piracicaba, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros”, alertou o órgão.

Fonte: Estado de Minas

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui