Homem mata e enterra mulher em Salinas no Norte de Minas

0

As investigações da Polícia Civil de Minas Gerais impediram que uma injustiça fosse cometida contra um cidadão de Novorizonte, distrito de Salinas, no Norte do estado. Uma mulher foi morta e enterrada em cova rasa e parentes, vizinhos e amigos da vítima passaram a denunciar o homem. No entanto, ele não era o autor. O verdadeiro matador foi preso e confessou o crime nesta quarta-feira (19/1). A causa do feminicídio: amor não correspondido. O crime ocorreu no Bairro Coab.

No dia 26 de novembro, familiares da vítima, uma mulher de 30 anos, compareceram à delegacia, em Salinas, denunciando o desaparecimento da parente. A partir daí, foi iniciada uma investigação, primeiro, como desaparecimento. Mas os policiais trataram o caso também como feminicídio.

E nas primeiras investidas da polícia, muitos atribuíam o crime a um determinado homem, que chegou a ser alvo de retaliações por parte da população. Existia, até mesmo, o medo de que este fosse linchado. No entanto, não havia provas contra este suspeito. Esta era a maior preocupação dos policiais.

Poucos dias depois, o suspeito mudou. Um outro homem foi identificado e foi intimado a prestar depoimento na delegacia. E ao comparecer a esta, o homem acabou confessando que tinha matado a mulher e mostrou onde a tinha enterrado. Segundo ele, tinha perdido a cabeça pois estava apaixonado, mas a mulher não queria saber dele e sempre o rechaçava.

O corpo foi desenterrado no local apontado pelo homem. Ele foi preso e, segundo o delegado José Eduardo dos Santos, o autor do crime será indiciado por feminicídio e ocultação de cadáver. Se condenado, a pena de reclusão pode chegar a 33 anos.

Deixe um Comentário

Deixe um comentário
Digite seu nome aqui