Morre Magawa, o rato herói que ganhou prêmio de bravura animal

0

O rato africano gigante que se tornou um herói e até ganhou um prêmio de bravura animal morreu, nessa terça-feira (11/1), aos 8 anos. Magawa foi responsável por farejar ao menos 100 minas terrestres e outros explosivos não detonados durante seu serviço, de acordo com a Apopo, a organização não governamental que o treinou.

“Magawa estava com boa saúde e passou a maior parte da semana passada brincando com seu entusiasmo habitual, mas, no fim de semana, ele começou a desacelerar, cochilando mais e mostrando menos interesse em comida em seus últimos dias. Magawa havia comemorado recentemente seu aniversário, em novembro, chegando aos 8 anos de idade”, registrou a nota divulgada pela Apopo.


0

O roedor nasceu em novembro de 2013, na Universidade de Agricultura de Sokoine, na Tanzânia. Os ratos gigantes africanos são conhecidos por serem inteligentes, e Magawa começou a ser treinado ainda jovem para detectar o cheiro dos produtos químicos explosivos usados ​​nas minas terrestres e apontá-los para seus especialistas.

Aos 3 anos, ele foi levado para Siem Reap, no Camboja, onde iniciou sua carreira. No total, Magaway foi responsável por limpar ao menos 225 mil metros quadrados de terra no país. “Sua contribuição permite que as comunidades no Camboja vivam, trabalhem e se divirtam sem medo de perder a vida ou um membro”, finalizou a organização.

O post Morre Magawa, o rato herói que ganhou prêmio de bravura animal apareceu primeiro em Metrópoles.