Brasileira presa por tráfico na Tailândia considera pedir perdão real

0

A defesa de A brasileira Mary Hellen Coelho Silva, brasileira presa por tráfico de drogas na Tailândia, analisa a possibilidade de entrar com um pedido real para o rei do país, o monarca Maha Vajiralongkorn. A jovem foi condenada a 9 anos e seis meses de prisão por entrar na Tailândia com 15,5 kg de cocaína em malas.

Uma das advogadas de defesa, Kaelly Cavoli Moreira, afirmou que o pedido de perdão real poderá ser feito no dia 28 de julho, data em que Vajiralongkorn faz aniversário e costuma perdoar diversos detentos.

Em entrevista ao UOL, a advogada disse que ainda aguarda a sentença do Consulado da Tailândia para analisar a condenação e formular o pedido. Ela explica que há precedentes de absolvições semelhantes no país.

A defesa também estuda a possibilidade de elaborar um pedido de extradição para que Mary Hellen cumpra a pena no Brasil.


0

Relembre o caso

A brasileira Mary Hellen Coelho Silva começou a aparecer em noticiários após ser detida na Tailândia por tráfico de drogas. Natural de Pouso Alegre (MG), Mary tem 21 anos e foi presa no dia 14 de fevereiro, junto a outros dois brasileiros, portando 15,5 kg de cocaína ao desembarcar no aeroporto de Bangkok.

A Tailândia é um dos países onde o tráfico de drogas pode ser punido com pena de morte, a depender da quantidade e das circunstâncias.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Brasileira presa por tráfico na Tailândia considera pedir perdão real apareceu primeiro em Metrópoles.