Vacinação contra gripe e sarampo vai até 3/6. Confira onde vacinar

0

A diminuição do número de casos da Covid-19 no Brasil é uma vitória que merece ser celebrada. No Distrito Federal, mais de 90% da população está vacinada com a primeira dose, de acordo com a Secretaria de Saúde, o que demonstra que a prevenção é um caminho importante nessa luta. Contudo, com o aumento da flexibilização das restrições impostas pela pandemia, cresce a circulação de outros vírus respiratórios, como a influenza.

Por isso, para manter-se no caminho da prevenção, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e Sarampo ocorre até o dia 3 de junho nos cerca de 50 mil postos espalhados por todo o Brasil. O cronograma da estratégia foi estruturado em duas etapas, sendo que a primeira foi realizada no período de 4 a 30 de abril, tendo como alvo os idosos com 60 anos e mais, e os trabalhadores da saúde para influenza. Para o sarampo, os trabalhadores da saúde também foram contemplados.

Nesta segunda etapa, os demais grupos prioritários serão contemplados para a vacinação contra a influenza e, as crianças de seis meses a menores de 5 anos, para o sarampo. As pessoas ainda não vacinadas e que pertencem aos grupos prioritários destas Campanhas deverão buscar o serviço de vacinação para serem vacinadas.

Confira os grupos que serão atendidos nesta segunda etapa:

  • Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) – sarampo e influenza.
  • Gestantes e puérperas.
  • Povos indígenas.
  • Professores.
  • Comorbidades.
  • Pessoas com deficiência permanente.
  • Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.
  • Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso.
  • Trabalhadores portuários.
  • Funcionários do sistema prisional.
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.
  • População privada de liberdade.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação contra o sarampo é uma importante medida para a proteção da população e que possibilitará a interrupção da circulação do vírus no país. Pais e responsáveis devem aproveitar mais essa oportunidade para proteger seus filhos contra a influenza e o sarampo. Os trabalhadores da saúde também devem se proteger contra essas doenças.

Desde a primeira etapa, os trabalhadores da saúde também podem atualizar a carteira de vacinação com a tríplice viral.

Vale lembrar que, para vacinar, é necessário o uso de máscara, além de documento de identidade com foto, CPF e cartão de vacinação. A maioria das unidades funciona de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h.

Veja aqui os pontos de vacinação disponíveis no DF.

Vacinação de crianças

O público infantil deve tomar uma dose dos dois imunizantes. Não há necessidade de cumprir intervalo para a aplicação das vacinas contra o sarampo e a influenza. Portanto, as duas vacinas poderão ser administradas no mesmo dia.

Para aquelas que já receberam ao menos uma dose da vacina Influenza ao longo da vida, deve se considerar o esquema vacinal com apenas uma dose em 2022. Já para as que serão vacinadas pela primeira vez, a orientação é agendar a segunda dose da vacina contra gripe para 30 dias após a primeira.

Até agora, cerca de 2,2 milhões de crianças entre 6 meses e menores de 5 anos tomaram as vacinas contra o sarampo e a influenza no Brasil.

A Campanha começou no dia 4 de abril. Segundo o Ministério da Saúde a cobertura vacinal alcançada até o momento corresponde a 30,4%. A meta é atingir pelo menos 90% de cobertura vacinal para influenza.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ministério da Saúde

Site | YouTube | Facebook | Twitter | Instagram

O post Vacinação contra gripe e sarampo vai até 3/6. Confira onde vacinar apareceu primeiro em Metrópoles.