Ex-deputada do DF diz que colega distrital “fazia sexo em gabinete”

0

A suplente de deputado distrital Kelly Cristina dos Santos, conhecida como Kelly Bolsonaro (Republicanos), usou as redes sociais nesta quinta-feira (23/6) para corroborar a fala da ex-colega de plenário Júlia Lucy (União Brasil) que afirmou ver parlamentares chegarem “alcoolizados” para trabalhar. Segundo disse em vídeo, nos 27 dias em que atuou como parlamentar na vaga de Daniel Donizet (PL), ela soube até de deputado que fez sexo dentro do gabinete.

Na gravação de quase dois minutos, Kelly ironizou a postura de deputados que se sentiram ofendidos com as declarações e discordou da necessidade de o caso ser levado ao conselho de ética da Casa. “Os deputados se sentiram ofendidos? Ai, coitados. Como ex-deputada, venho falar um pouquinho sobre isso”, disse.

Mesmo sem apresentar provas, ela comentou: “Eles não se sentem ofendidos quando um deputado faz sexo dentro do gabinete, nem quando um deputado vai ofender outras pessoas no plenário, ou quando um deputado faz vídeo intimo e manda no WhatsApp ou deputados que têm funcionários fantasmas ou fazem rachadinha”, enumerou, sem dizer nomes.

Confira no vídeo:

Júlia Lucy curtiu a publicação no Instagram.

Corregedor quer abrir procedimento

O corregedor da Casa, Hermeto (MDB), informou que abrirá procedimento para que Júlia Lucy explique as declarações. Em conversa com o Metrópoles, o deputado disse que ela precisa prestar esclarecimentos. “Vou abrir procedimento para ela responder quem bebe cachaça e quem toma remédio aqui”, afirmou.

O vídeo

Júlia Lucy disse que colegas da Câmara Legislativa chegam “alcoolizados” ao local de trabalho e que cinco ficam “à base de venvanse [remédio usado para tratamento de TDAH e depressão]”.

Veja o vídeo:

A fala ocorreu durante discurso no evento de lançamento de um pré-candidato a deputado distrital do União Brasil. O trecho do vídeo que contém a declaração polêmica circula nas redes sociais e tem repercutido mal entre os deputados.


0

No vídeo, a deputada diz: “Porque, também, gente louca, pelo amor de Deus… Eu tenho na Câmara uns cinco colegas que [ficam] à base de venvanse o dia inteiro. A gente sabe, a pessoa chega… Aí, você vai: ‘Desce, deputado, vem para o plenário votar’. [E ele responde] Não, não vou, não. Você vê que a pessoa está louca. Muitos chegam alcoolizados. Isso é normal, porque a vida não é fácil. Então, não é todo mundo que tem condição de ter válvula de escape saudável”.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Ex-deputada do DF diz que colega distrital “fazia sexo em gabinete” apareceu primeiro em Metrópoles.