Governo entrega documento de indicado à Petrobras. Confira os passos

0

O Comitê de Elegibilidade (Celeg) da Petrobras recebe, nesta terça-feira (21/6), a documentação para análise do nome de Caio Mario Paes de Andrade, indicado pelo governo federal ao comando companhia. Na segunda-feira (20/6), o então presidente José Mauro Coelho cedeu a pressões políticas e pediu demissão.

Paes de Andrade foi o quarto nome indicado por Bolsonaro para assumir a petroleira. A recomendação foi feita em maio deste ano, mas, para assumir o cargo efetivamente, ele precisa passar por checagem de currículo. Ao final, a assembleia dos acionistas tem que chanceler a indicação.

Secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, o nome de Paes de Andrade foi patrocinado pelo ministro Paulo Guedes.


0

O comitê da Petrobras deve analisar dois documentos: o “background check de integridade”, que avalia a integridade do indicado, e o “background de covenants”, que avalia o currículo e a capacitação profissional. Há controvérsias sobre a formação de Paes de Andrade, visto que ele não cumpre o requisito da Lei das Estatais de experiência na área.

Os documentos serão analisados por uma comissão de cinco pessoas, das quais apenas quatro votam e a quinta decide em caso de empate. O comitê é formado pelos conselheiros Ruy Flaks Schneider, Luiz Henrique Caroli e Francisco Petros, Ana Silvia Corso Matte e Tales José Bertozzo Bronzato — os dois últimos são membros externos.

A expectativa é de que o comitê emita um parecer ainda nesta semana. O documento será, então, enviado como recomendação ao Conselho de Administração da estatal, responsável pela votação do nome de Caio. A escolha pode ocorrer no mesmo dia, caso o presidente do conselho, Márcio Weber, convoque os demais membros.

Com a decisão do Conselho de Administração, Caio assume a posição de membro de Conselho de Administração e, então, a posição de presidente da estatal. Com a nomeação, ele toma posse e pode nomear os diretores, que também vão precisar ser aprovados pelo conselho.

Em assembleia de acionistas, o nome ainda precisa ser ratificado.

Perfil

Formado em comunicação social pela Universidade Paulista (Unip), o indicado à Petrobras é pós-graduado em administração e gestão pela Harvard University e mestre em administração de empresas pela Duke University. Também é fundador e conselheiro do Instituto Fazer Acontecer, “oscip que promove atividades esportivas e de formação para jovens que residem em zonas com baixo IDH”.

Somente em 2019, Paes de Andrade assumiu funções na área pública, com o objetivo de participar do projeto de Transformação Digital do Brasil. Assim, tornou-se presidente do Serpro, onde ficou até agosto de 2020. Na data, o comunicador passou para a função de secretário de Desburocratização, muito próximo de Guedes e responsável pela plataforma Gov.br.

No fim do ano passado, recebeu a condecoração de Grão-Mestre da Ordem de Rio Branco, no grau de grande oficial, das mãos do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Governo entrega documento de indicado à Petrobras. Confira os passos apareceu primeiro em Metrópoles.