Juíza deixa caso de menina de 11 anos estuprada impedida de abortar

0

A juíza Joana Ribeiro deixou o caso da menina de 11 anos que foi estuprada, engravidou e teve o aborto legal negado em Santa Catarina. Ela é autora da decisão que levou a menor para um abrigo no estado.

A magistrada informou que foi transferida para a Comarca de Brusque, no Vale do Itajaí. Segundo ela, a transferência ocorreu porque ela aceitou uma promoção e não tem a ver com a repercussão negativa do caso da menina.

Leia a reportagem completa no NSC Total, parceiro do Metrópoles.

O post Juíza deixa caso de menina de 11 anos estuprada impedida de abortar apareceu primeiro em Metrópoles.