Justiça manda mulher se tratar após ofender delegado e agentes no DF

0

A Vara Criminal e do Tribunal do Júri do Guará, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), determinou tratamento ambulatorial, por um ano, à mulher que ofendeu um delegado e dois agentes da 4ª Delegacia de Polícia (Guará).

Cleice Pereira Santos postou no Facebook injúria contra o delegado Johnson Kenedy Monteiro e os agentes de polícia Mauro Pessanha e Rauny Salles. À Justiça Monteiro disse que a vítima deve tê-lo confundido com outra pessoa porque não trabalha com os outros ofendidos nem é negro, como a mulher afirmou na postagem.

Em sentença publicada nesta segunda-feira (20/6), o juiz Francisco Marcos Batista absolveu a ré após laudo psiquiátrico apontar que ela estava incapaz de compreender a ilicitude dos atos praticados.

Porém, o magistrado determinou que ela cumpra a medida de segurança de tratamento ambulatorial pelo período de um ano.

O post Justiça manda mulher se tratar após ofender delegado e agentes no DF apareceu primeiro em Metrópoles.