Monitora da rede pública pede ajuda para tratamento contra câncer

0

A monitora de alunos com necessidades educacionais Jaqueline Almeida Paz precisa de ajuda para bancar o tratamento contra um câncer de mama. Ela criou uma vaquinha virtual para arrecadar R$ 30 mil depois que o plano de saúde negou o pagamento na rede particular.

Jaqueline busca arrecadações no site Vakinha.Com. Ela tem de tomar, por exemplo, quatro vacinas de Granulokine — cada ampola custa R$ 1.230,28 — e implantar um cateter, no valor de R$ 11.385,81.

As vacinas vão aumentar a imunidade, reduzir o tempo de tratamento e aumentar as chances de cura da paciente. O cateter é necessário, pois a monitora teve a doença de Hodgking — câncer no sistema linfático — aos 21 anos.

Atualmente, Jaqueline Almeida trabalha no Centro de Ensino Fundamental 5, de Sobradinho.

A monitora detalhou parte do tratamento na página onde abriu a vaquinha on-line.

“A boa notícia é que eu consegui iniciar o tratamento pelo SUS no Hospital de Base de Brasília, e já fiz até a primeira sessão de quimioterapia na última segunda-feira de Santo Antônio: dia 13/6/2022”, escreveu.

“Estou bem, não se preocupe (pelo menos até agora, nesses quatro primeiros dias após a químio…) e darei sempre notícias por este canal.”

Com informações do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF)

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Quer receber notícias do DF direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesdf.

O post Monitora da rede pública pede ajuda para tratamento contra câncer apareceu primeiro em Metrópoles.