PCDF identifica participantes de racha que matou jovem em Brasília

0

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou os participantes do racha na L4 Sul que resultou na morte de um jovem de 19 anos em 5 de maio deste ano. Durante a Operação 16, deflagrada pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), nesta sexta-feira (24/6), foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, tendo sido apreendidos três veículos e dois aparelhos celulares.

O Poder Judiciário, atendendo à representação formulada pela 1ª DP, decretou, ainda, a suspensão do direito de dirigir de cinco investigados. Um outro suspeito ainda ficou proibido de obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Veja os carros apreendidos:

Os envolvidos são investigados pelo crime de racha com resultado morte, com pena prevista de 5 a 10 anos de prisão.

Segundo a PCDF, a operação foi batizada em analogia à música “Dezesseis”, da Legião Urbana, que narra a história de um jovem cheio de amigos, intitulado “rei dos pegas na Asa Sul”, e que teve a vida ceifada por um acidente de trânsito.

Relembre a história

O Voyage conduzido por Guilherme Gomes da Fonseca, 19 anos, seguia em uma velocidade de, aproximadamente, 140 km/h, de acordo com relatos de testemunhas do acidente fatal na L4 Sul. O jovem morreu após perder o controle do veículo e colidir com uma árvore na noite de 5 de maio.

Horas antes do acidente, Guilherme reuniu-se com amigos em um encontro de carros antigos no estacionamento do Clube Nipo Brasileiro, na L4 Sul, perto da Ponte das Garças, no acesso ao Lago Sul. Após o evento, o grupo teria seguido em direção ao Guará para lanchar.

Segundo testemunhas, o Voyage e outros carros passaram em alta velocidade perto do Centro Universitário Unieuro e da Embaixada do Iraque. Em um momento, Guilherme teria freado de forma repentina para não bater na traseira de um Prisma e perdeu o controle do veículo.

O automóvel saiu da pista e colidiu com uma árvore. O veículo teve toda a lateral esquerda destruída, e o jovem ficou preso às ferragens. Ele ainda foi atendido pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), apresentando traumatismo cranioencefálico grave com sangramento, fratura nos membros superiores e escoriações pelo corpo. Guilherme foi levado ao Hospital de Base do DF, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post PCDF identifica participantes de racha que matou jovem em Brasília apareceu primeiro em Metrópoles.