Polícia encontra câmeras usadas para monitorar batalhão da PM no Rio

0

Rio de Janeiro – A Polícia Civil identificou câmeras na fachada de uma loja que eram usadas para vigiar agentes do Batalhão de Choque, na região central do Rio. O equipamento foi instalado em um suposto depósito de gelo e era voltado para o portão do quartel.

Na terça-feira (21/6), duas mulheres foram presas por espionar ações dos batalhões de Choque e de Operações Especiais (Bope) e repassar informações dos agentes a traficantes. Segundo investigações da polícia, o local foi alugado por uma delas.

A corporação também afirma que uma das suspeitas morava em Laranjeiras, zona sul, próximo ao Bope e que a dupla monitorava a corporação para repassar informações em tempo real para criminosos.


0

O esquema foi descoberto quando policiais perceberam que estavam sendo seguidos por um carro. Segundo o RJ2, da TV Globo, os agentes iam para uma operação contra o tráfico de drogas em Manguinhos, na zona norte da cidade.

Ao abordar o veículo, os policiais encontraram diversos aparelhos de celular. As informações sobre a localização e ações dos agentes era repassada por meio de aplicativos de mensagens.

As duas foram presas por agentes da 21ª DP (Bonsucesso), acusadas de associação ao tráfico.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Polícia encontra câmeras usadas para monitorar batalhão da PM no Rio apareceu primeiro em Metrópoles.