Red Bull suspende piloto por comentários racistas nas redes sociais

0

Jüri Vips, piloto da Red Bull, foi suspenso pela equipe devido a comentários racistas e homofóbicos nas redes sociais. O estoniano de 21 anos atualmente compete pela equipe Hitech na Fórmula 2 e faz parte da academia de jovens da RBR.

Durante uma transmissão na Twitch, Vips utilizou uma palavra ofensiva para se referir aos negros. Depois, ele afirmou que “rosa é uma cor gay” quando o neozelandês Liam Lawson, dono do canal e também piloto e membro da academia da RBR, jogou um boné rosa em sua direção.

A RBR publicou um comunicado, afirmando que está investigando as ações de Vips: “A RBR suspendeu o piloto júnior Juri Vips de todas as funções da equipe com efeito imediato, aguardando uma investigação completa do acidente. Como organização, condenamos qualquer tipo de abuso e temos uma política de tolerância zero a linguagem ou comportamento racista dentro de nossas organizações”.

Vips, após a nota da RBR, também se pronunciou: “Eu desejo, sem restrições, pedir desculpa pela linguagem ofensiva utilizada durante uma transmissão hoje. Esta linguagem é inaceitável e não traduz os valores e princípios que eu carrego. Arrependo-me profundamente das minhas ações e não é o exemplo que quero deixar. Vou cooperar com a investigação”, escreveu.

O post Red Bull suspende piloto por comentários racistas nas redes sociais apareceu primeiro em Metrópoles.