Servidora do DF denuncia loja na Feira da Torre de TV por estelionato

0

Uma servidora pública do Distrito Federal denunciou a loja de móveis Casa Nova Decorações, localizada na Feira da Torre de TV, por estelionato. Em abril, Julia Cantanhede, 32 anos, contratou os serviços da empresa para restaurar duas mesas e um sofá, porém, até hoje, recebeu apenas parcialmente a mobília e não consegue mais contato com o estabelecimento.

A cliente conta que, na mesma semana em que pagou pela restauração, dois funcionários da loja foram até a sua residência com a promessa de que entregariam os móveis reformados em 10 dias. O valor desembolsado pelos serviços foi R$ 3,9 mil.

“Depois desse prazo, eles só entregaram uma mesa e o sofá com a reforma feita pela metade. Desde então, sumiram e encontrei a loja fechada. Não atendem ao telefone, não respondem WhatsApp. E nisso já se vão mais de 2 meses”, relata Cantanhede.

Mensagens trocadas com a empresa pelo WhatsApp mostram que Julia não teve nenhum retorno dos funcionários ao longo dos últimos meses. Eles combinavam uma data para a entrega e não apareciam. Veja:


0

 

De acordo com ela, os funcionários da loja prometeram trocar as molas do sofá, preencher de espuma, trocar o estofado e impermeabilizá-lo. De tudo isso, só trocaram o tecido do estofado. Mas ainda entregaram a mobília com defeito no encosto, que foi devolvido para eles.

Sem conseguir reaver a outra mesa e o reparo completo do sofá com a loja, Julia decidiu registrar um boletim de ocorrência na Divisão de Defesa do Consumidor (DRCON). No local, ela descobriu que já existiam outras duas ocorrências contra a mesma empresa.

“No CNPJ da empresa consta o nome fantasia Styllus Designer Tapeçaria e não Casa Nova Decorações, como se apresenta na Feira da Torre. Porém, na nota de serviço que eles entregam, omitem o registro e o nome dos responsáveis”, detalha a servidora.

A segunda mesa dela, que ainda está com a loja, seria restaurada para posterior venda. Enquanto aguarda reaver a mobília, ela está alugando um depósito no valor de R$ 711 para guardar as cadeiras que compõem o móvel.

“Sensação de impunidade e descaso com o consumidor. É muito provável que outras pessoas também passarão pela mesma situação que eu, por isso resolvi denunciar”, alega Julia.

Algumas reclamações sobre a empresa também foram identificadas na plataforma online Reclame Aqui. “Comprei um sofá no dia 15/8/21, com prazo para entrega em 30 dias corridos. Desde 15/9, o vendedor fica se esquivando e inventando histórias sobre alguém que ficou doente e que vai me retornar com uma previsão exata de quando conseguirá entregar o sofá’, disse outra cliente.

Para outro cliente, que também publicou no site, o prejuízo foi mais de R$ 6 mil. “No dia 10 de junho de 2021, fui até a Feira da Torre, comprei uma mesa com oito cadeiras, no valor de R$ 6.390, me deram o prazo de entrega de 30 dias. Comprei a mesa para usar em agosto e, até hoje, não recebi, toda semana uma nova desculpa”, lamentou.

No Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), constam ainda quatros processos por danos materiais contra a loja.

O que diz a Casa Nova Decorações

A reportagem do Metrópoles tentou contato com a loja Casa Nova Decorações por meio dos telefones divulgados, porém não obteve retorno. Verificou-se ainda que a conta no Instagram mencionada na nota de compra não existe.

O espaço segue aberto para futuras manifestações.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

 

 

 

 

 

O post Servidora do DF denuncia loja na Feira da Torre de TV por estelionato apareceu primeiro em Metrópoles.