“Tarado do banheiro”: PCDF prende homem que filmava mulheres na UnB

0

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu preventivamente Jonathan Alves Ramos (foto em destaque), 29 anos, suspeito de assédio e importunação sexual, nesta terça-feira (21/6). O homem teria filmado diversas pessoas em banheiros de diferentes lugares, como a Universidade de Brasília (UnB), bares e igrejas.

A corporação cumpriu determinação da Justiça, que expediu mandado de prisão, além de outro de busca e apreensão. Segundo a 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), que apura o caso, ele teria praticado o crime de importunação sexual pelo menos 18 vezes.


0

“Em razão da reiteração criminosa e da gravidade da conduta destes fatos, foi postulado junto ao Poder Judiciário a busca e apreensão e prisão preventiva desta pessoa, que foi devidamente cumprida na data de hoje”, afirmou o delegado João Guilherme Carvalho, da 2ª DP (Asa Norte).

Segundo a polícia, Jonathan costumava observar, fotografar e filmar mulheres quando elas estavam no banheiro feminino. O caso mais recente teria ocorrido no Campus Darcy Ribeiro da UnB. Na ocasião, uma estudante de 22 anos, do curso de serviço social, denunciou o assédio.

Além da UnB, “tarado do banheiro” agiu em banheiros de bares e igrejas

“Quando me dirigi ao banheiro superior e estava dentro do box, usando o sanitário, vi que alguém estava me filmando ou tirando fotos num momento de privacidade pela parte de cima do box. Fiquei pasma, sem reação. Gritei”, narrou.

Ela segue contando que, “ao sair do box, não tinha nem fechado o zíper da minha calça direito, e o pervertido já estava longe”. Explica que conseguiu ver que ele estava de escura, blusa preta e máscara. “Muitas pessoas o viram correndo, mas não sabiam do que se tratava e não fizeram nada. A segurança? Agiram como se fosse mais um caso”, reclamou.

Tarado do banheiro espionou outros estudantes em sanitários da UnB

A polícia usou as imagens de câmeras de segurança para confirmar a identidade do suspeito com outras vítimas e até mesmo com pessoas próximas de Jonathan. Os policiais descobriram ainda que as roupas usadas na UnB são as mesmas usadas em outros ato de importunação sexual, este em um cartório do DF. O vestuário foi apreendido.

Veja as roupas usadas na importunação sexual na UnB e no cartório:

roupas estendidas
Roupas usadas pelo “tarado do banheiro”

Perguntada sobre o caso, a UnB afirmou que repudia qualquer tipo de violência e reitera seu compromisso com a defesa dos direitos humanos. A universidade informou que a Diretoria de Atenção à Saúde da Comunidade Universitária (Dasu) já está em contato com a estudante para realizar o acolhimento necessário.

Além disso, a instituição de ensino superior reforçou que “vem aprimorando a segurança nos campi, com medidas como a instalação de mais de 550 câmeras de monitoramento, troca de lâmpadas e o estabelecimento de protocolos para lidar com situações de assédio. Também procura trabalhar a conscientização da comunidade acadêmica, com debates e cursos sobre o combate e a prevenção à violência contra a mulher e a outros grupos vulneráveis”.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post “Tarado do banheiro”: PCDF prende homem que filmava mulheres na UnB apareceu primeiro em Metrópoles.