Bolsonaro minimiza racismo no Brasil: “Não é como dizem”

0

Em entrevista ao apresentador Tucker Carlson, da emissora estadunidense conservadora Fox News, o presidente Jair Bolsonaro (PL) minimizou a existência do racismo no Brasil e mencionou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu principal oponente nas eleições de outubro para o Palácio do Planalto.

“É uma forma de você dividir. Mesmo antes de Lula tomar o poder, em 2003, a esquerda já pregava uma disputa de negros contra brancos, chefes e empregados, nordestinos e sulistas. A esquerda ganhou seguidores graças a essa abordagem”, afirmou o presidente. A conversa foi exibida na noite de quinta-feira (30/6) nos Estados Unidos.

“Eu sou um branco de olhos azuis. Racismo existe no Brasil, mas não como dizem. A maioria dos nossos jogadores de futebol é descendente de africanos. Sem problemas”, prosseguiu.

Confira a entrevista:

Ainda na entrevista, o mandatário afirmou que a esquerda brasileira estaria desesperada, pois seu governo “está indo muito bem”.

Bolsonaro também voltou a criticar a vacina contra a Covid-19 e medidas restritivas de combate à doença, voltou a defender o tratamento precoce com hidroxicloroquina, desmentiu informações sobre o desmatamento da Amazônia e minimizou o racismo no Brasil.

Presidente, governador e senador: veja quem são os pré-candidatos nas Eleições 2022

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

O post Bolsonaro minimiza racismo no Brasil: “Não é como dizem” apareceu primeiro em Metrópoles.